UAI
Publicidade

Estado de Minas JUIZ DE FORA

Bolsonaro sobre piso salarial de enfermeiros: 'Vamos fazer o melhor'

Presidente esteve na Santa Casa de Juiz de Fora, que o socorreu no episódio da facada em 2018. Essa é a primeira vez que ele visita a cidade após a agressão


15/07/2022 15:47 - atualizado 15/07/2022 17:45


Leia mais: https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2022/07/15/interna_politica,1380479/bolsonaro-sobre-piso-salarial-de-enfermeiros-vamos-fazer-o-melhor.shtml

Essa é a primeira vez que o presidente visita a cidade da Zona da Mata de Minas desde o episódio em que levou uma facada de Adélio Bispo dos Santos, durante campanha eleitoral em setembro de 2018.

Acesse o site: https://em.com.br / https://uai.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - https://instagram.com/estadodeminas/
Twitter - https://twitter.com/em_com

#Bolsonaro #JuizDeFora #MG #Enfermagem" />

O presidente Jair Bolsonaro (PL) falou sobre projeto de lei que define o piso salarial de R$ 4.750,00 para os enfermeiros durante a sua visita à Santa Casa de Juiz de Fora, nesta sexta-feira (15/7).

“Sabemos o grosso que os senhores passam à frente da Santa Casa. É nossa obrigação buscar atendê-los. E buscamos né? Fazemos a justiça. Ontem, fizemos o piso dos enfermeiros…. ainda não chegou na minha mesa mas, o Queiroga deve me orientar. Tudo tem consequência, vamos fazer o que for melhor”.

Essa é a primeira vez que o presidente visita a cidade da Zona da Mata de Minas desde o episódio em que levou uma facada de Adélio Bispo dos Santos, durante campanha eleitoral em setembro de 2018.

 
Na quinta-feira (14/7), o Congresso Nacional promulgou a Emenda Constitucional 124, decorrente da PEC 11/2022, que define um valor mínimo a ser pago a profissionais como enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras.

A proposta estipula piso de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375 para auxiliares de enfermagem e parteiras. Agora, Jair Bolsonaro tem até 15 dias para sancionar o projeto de lei que institui o piso.
 

Relembre


Bolsonaro ficou internado na Santa Casa de Juiz de Fora entre a tarde de 6 de setembro de 2018 e a manhã do dia seguinte, quando foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP).

O então presidenciável chegou à casa de saúde após ser atingido no abdômen por Adélio Bispo de Oliveira. O golpe gerou perfurações no intestino grosso e no intestino delgado, bem como na artéria mesentérica, responsável por levar sangue ao intestino.

Segundo Bolsonaro, a facada é a causa de suas recentes internações. Em janeiro deste ano, o chefe do Executivo ficou dois dias hospitalizado por causa de uma obstrução intestinal.

Em 2019, o presidente da República recebeu, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), o médico Paulo Gonçalves de Oliveira Júnior, chefe da equipe que o atendeu no hospital em Juiz de Fora.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade