UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Ex-presidente Lula testa positivo para COVID-19

Pré-candidato à presidência da República e sua esposa, Rosângela da Silva, foram diagnosticados com o coronavírus e ficarão em isolamento nos próximos dias


05/06/2022 20:17 - atualizado 06/06/2022 00:39

Lula e Janja em evento na cidade de Contagem
Lula e Janja em evento na cidade de Contagem, no dia 10 de maio (foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e sua esposa, Rosângela da Silva, testaram positivo para COVID-19. Nas redes sociais, a assessoria do pré-candidato do PT na corrida ao Planalto em 2022 informou o estado de saúde do casal na noite deste domingo (5/6).

“O ex-presidente Lula e sua esposa Janja foram diagnosticados hoje com COVID-19. Os dois estão bem, o ex-presidente assintomático e Janja com sintomas leves. Ficarão em isolamento e acompanhamento nos próximos dias. #equipelula”.

O boletim foi assinado pelo Dr. Roberto Kalil Filho, médico da família de Lula. Há duas semanas, o político do PT se casou com Rosângela, conhecida como Janja, em uma cerimônia para 150 convidados em São Paulo.


Com o diagnóstico de COVID-19 e a recomendação de isolamento social nos próximos dias, Lula cancelou compromissos públicos no início da semana.

Nesta segunda-feira (6/6), ele participaria de um encontro em São Paulo para lançar a iniciativa "Quilombo nos parlamentos", que visa impulsionar pré-candidaturas de pessoas ligadas à causa negra nas eleições de 2022.

Já na terça-feira (7/6), o ex-presidente tinha presença marcada em um evento com representantes do setor energético para discutir a privatização da Eletrobras.

Lula ainda corre o risco de se ausentar de um ato político ao lado de Alexandre Kalil (PSD), ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato ao governo de Minas Gerais. A ideia inicial era que a dupla se encontrasse em Uberlândia na sexta-feira (10/6).

 
COVID pela segunda vez 

 
Lula já havia contraído COVID-19 em fevereiro de 2021, após voltar de uma viagem a Cuba. Ele não precisou ser internado e cumpriu isolamento no próprio país, ao qual havia chegado em dezembro do ano anterior para a gravação de um documentário.

À época, o petista foi submetido a um exame de tomografia, que mostrou lesões no pulmão. Segundo o comunicado oficial de sua assessoria, elas eram compatíveis com "broncopneumonia associada à COVID-19".
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade