UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Moro chama Lula de canalha e diz: 'Você será derrotado'

Mais cedo, em entrevista coletiva, o ex-presidente havia se referido ao ex-juiz também como 'canalha' e afirmado que a Operação Lava-Jato era uma 'quadrilha'


19/01/2022 14:23 - atualizado 19/01/2022 16:53

Montagem de fotos: à esquerda, Sergio Moro. à direita, Lula
Moro foi o responsável pelas condenações de Lula na Lava-Jato na primeira instância (foto: Agência Brasil/Reprodução)
Depois de ter sido chamado de “canalha” pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (19/1), o ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro (Podemos) respondeu o petista via redes sociais. 
No post, Moro diz que Lula será derrotado. O ex-juiz se coloca como pré-candidato às eleições presidenciais deste ano, e, assim como, Lula, vem construindo uma possível campanha.

“Canalha é quem roubou o povo brasileiro durante anos e quem usou nosso dinheiro para financiar ditaduras”, rebateu Moro. “E quadrilha é o nome do grupo que fez isso, colocado por você, Lula, na Petrobras. Você será derrotado. Só ofende pois não tem como explicar a corrupção no seu governo”, .
 
 

Mais cedo, durante coletiva de imprensa para blogs da esquerda, Lula voltou a disparar contra Sergio Moro ao falar dos processos da Lava-Jato contra ele.

“Eu tive sorte do povo brasileiro que me ajudou a provar a farsa que foi montada contra mim em vida. Consegui desmontar o canalha que foi o Moro no julgamento dos meus processos. O Dallagnol, a mentira, as fake news, o PowerPoint da quadrilha. Tudo isso eu consegui provar que quadrilha eram eles”, disse Lula. 
 
Depois da declaração de Lula, o ex-procurador Deltan Dallagnol (Podemos), que também participou da força tarefa Lava-Jato, saiu em defesa de Moro. “Lula e seus companheiros corruptos do PT sequestraram a Petrobras e agora querem sequestrar a narrativa e reescrever a história. Não conseguirão”, disse Dallagnol. 

De acordo com ex-procurador, os brasileiros sabem “quem são os responsáveis pelo maior escândalo de corrupção da história do Brasil” e quem tem as “mãos sujas com dinheiro desviado”.
 
"A única coisa que Lula conseguiu provar foi que, no Brasil, quem planta corrupção colhe impunidade e essa é uma injustiça contra a qual vamos lutar", escreveu. 
  

Entenda

 
Moro ficou conhecido por comandar, entre março de 2014 a novembro de 2018, em primeira instância, os processos relacionados aos crimes identificados na Operação Lava-Jato, envolvendo grande número de políticos, empreiteiros e empresas.

Em 2017, o ex-juiz condenou Lula, decisão posteriormente anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento de um habeas corpus, em 23 de março de 2021. A Segunda Turma da Corte considerou que Moro atuou com parcialidade em relação ao ex-presidente Lula.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade