UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Moro diz que Bolsonaro defendeu Lava-Jato para 'estelionato eleitoral'

Presidente negou ter defendido a força-tarefa durante a campanha eleitoral de 2018


12/01/2022 17:50 - atualizado 12/01/2022 19:03

Moro discursa em palestra
Ex-juiz Sergio Moro (foto: PODEMOS/REPRODUÇÃO)
O candidato à Presidência e ex-juiz, Sérgio Moro, afirmou, nesta quarta-feira (12/1), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) usava a Lava-Jato como discurso para cometer “estelionato eleitoral”.
 
“Bolsonaro enfim admitiu ontem que nunca defendeu o combate à corrupção e a Lava-Jato. Era só mais um discurso do seu estelionato eleitoral”, escreveu.

Moro foi uma das promessas eleitorais de Bolsonaro. O presidente, na época das eleições, usava o nome do ex-juiz da Lava-Jato para promover ideias anticorrupção, prometendo que levaria Moro para um de seus ministérios.

Bolsonaro negou, em entrevista, que tenha dito que era a favor da Lava-Jato e contra a corrupção

"Primeiramente, eu não apareci em 2018 e falei que sou a favor da Lava-Jato e que vou combater a corrupção. Não foi isso. Minha história começa há muito tempo. Eu estou com 66 anos de idade. São 28 anos no Parlamento e nenhum problema sobre acusações de coisa errada", disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade