UAI
Publicidade

Estado de Minas PROPOSTA REPROVADA

Câmara de Uberaba rejeita concessão de homenagem da cidade a Zema

A proposta da Medalha Major Eutáquio ao governador foi reprovada por oito vereadores, sendo que 11 votaram a favor


19/10/2021 19:18 - atualizado 19/10/2021 19:52


Reunião da Câmara de Uberaba
Eram necessários 14 votos (dois terços dos vereadores presentes) para a aprovação da honraria a Zema, mas oito vereadores votaram contra a concessão da medalha a Zema (foto: Rodrigo Garcia/Câmara Municipal de Uberaba)
 
A Câmara Municipal de Uberaba rejeitou, durante reunião desta segunda-feira (18/10), a proposta de homenagear o governador Romeu Zema (Novo) com a Medalha Major Eustáquio, considerada a maior honraria da cidade.
 
Eram necessários 14 votos (ou seja, dois terços dos vereadores presentes) para a aprovação do projeto, mas 11 vereadores votaram a favor da concessão da medalha a Zema.
 
Segundo informações do autor da proposta, o vereador Almir Silva (DEM), o atual governador de Minas Gerais seria merecedor da medalha porque está conseguindo equilibrar as finanças do estado e retomou o pagamento do funcionalismo no quinto dia útil. Além disso, a honraria seria uma forma de aproximar o governador a Uberaba.
 
Também a favor da homenagem, o vereador Professor Wander (PSC), disse que atos como esse aproximam o homenageado ao município. “Temos também a boa relação da prefeita Elisa Araújo com o governador”, comentou.
 
Por outro lado, o vereador Cabo Diego Fabiano (PP) disse que, assim como outros sete vereadores, votou contra a proposta porque, neste momento, Zema não é merecedor da maior honraria do município.
 
Segundo ele, três motivos principais o levou a não aprovar o projeto: “Ele não investiu na recuperação das rodovias estaduais da região de Uberaba, não resolveu a questão da dívida do estado com a saúde do município e não cumpriu com a recomposição das perdas inflacionárias do salário do servidore da segurança pública”, ressaltou.
 
A condecoração da medalha Major Eustáquio foi criada por meio de iniciativa do ex-vereador Murilo Pacheco de Menezes, pela Resolução 594, de 11 de dezembro de 1985.
 
A medalha tem como objetivo agraciar pessoas “beneméritas que, por gesto, ou ato de real importância para com o município de Uberaba, mereçam a condecoração de honra ao mérito, bem como pessoas ilustres a título de honoris causa”.
 
A honraria também pode ser entregue aos cidadãos uberabenses que de algum modo e, destacadamente, promovam o nome de Uberaba.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade