UAI
Publicidade

Estado de Minas CPI DA CEMIG

Depoimento de ex-presidente da Cemig à CPI tem data marcada

Cledorvino Belini vai depor aos deputados estaduais mineiros na condição de testemunha


15/10/2021 12:26 - atualizado 15/10/2021 13:00

Cledorvino Belini, presidente da Cemig em 2019
Cledorvino Belini, presidente da Cemig em 2019 (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em 2019, Cledorvino Belini vai depor na próxima segunda-feira (18/10), às 14h, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Cemig, instalada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A CPI apura possíveis irregularidades recentes na gestão da empresa estatal.

Berlini vai depor na condição de testemunha. A presença do ex-presidente da Cemig na Assembleia de Minas atende a requerimentos dos deputados estaduais Professor Cleiton (PSB), vice-presidente da comissão, e Sávio Souza Cruz (MDB) e da deputada Beatriz Cerqueira (PT).
 
Reynaldo Passanezi Filho, sucessor de Berlini no posto e que assumiu o comando da companhia em janeiro de 2020, também prestará depoimento à CPI, mas na condição de investigado. Ainda não há data para a oitiva com Passanezi.

"(Segundo o delegado), Belini se mostrou muito insatisfeito com o que estava acontecendo. Inclusive, ele não participa em nenhum momento da contratação da Exec para que fosse contratado o Reynaldo", disse Cleiton, ao contar o que ouviu de Gabriel Ciríaco Fonseca, delegado da Polícia Civil que conduzia inquérito sobre a Cemig.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade