UAI
Publicidade

Estado de Minas CRÍTICAS

Eduardo Bolsonaro reclama de divulgação de conversas com blogueiro

'Não posso me permitir ser perseguido', afirmou o deputado


30/09/2021 21:05 - atualizado 30/09/2021 21:14

Eduardo Bolsonaro e Allan dos Santos se cumprimentam
Eduardo Bolsonaro e Allan dos Santos tiveram conversas divulgadas na semana passada (foto: Roque de Sá/Agência Senado)
deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)  reclamou, nesta quinta-feira (30/9), de ter conversas expostas em rede nacional. Na ocasião, ele se referiu ao diálogo virtual que teve com o blogueiro Allan dos Santos, investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito que apura a disseminação de fake news contra a Corte.

Eduardo afirmou que vai processar a "TV Globo" pela veiculação das conversas com Allan dos Santos, que foram ao ar na semana passada. O deputado também disse que "se tornou comum o vazamento seletivo de dados sigilosos" na CPI da COVID, do Senado Federal.

"Por mais que a CPI tenha tornado comum o vazamento seletivo de dados sigilosos, como minha conversa com Allan dos Santos, isso não faz o vazamento ser legal. Vou processar a Globo, que curiosamente sempre tem acesso a esses dados sigilosos. Não posso me permitir ser perseguido", afirmou.

reportagem veiculada pela "Globo"  mostrou que mensagens indicaram que o empresário Luciano Hang, apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), teria patrocinado um programa de Allan dos Santos após intermediação de Eduardo Bolsonaro.

O trecho exibido na reportagem também mostrou a ação de outros influenciadores bolsonaristas, como o youtuber Bernardo Kuster, que citou o "gabinete do ódio" em troca de mensagens no grupo "Direita Unida".

"Recebi ordens do GDO pra levantar forte a tag #doriapiorquelula. Bora lá no Twitter. Tá subindo a tag em quarto lugar", escreveu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade