UAI
Publicidade

Estado de Minas ONU

Paulo Coelho pede que a ONU barre a participação de Bolsonaro em assembleia

Escritor brasileiro foi nomeado pela Organização das Nações Unidas como 'Mensageiro da Paz' da entidade


18/09/2021 12:40 - atualizado 18/09/2021 12:50

None
(foto: EVARISTO SA / AFP)
O escritor Paulo Coelho, mundialmente conhecido, postou uma mensagem em seu Twitter, nesta sexta-feira (17/9), pedindo ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que  barre a participação do presidente do Brasil Jair Bolsonaro (sem partido) na Assembleia Geral , que será realizada em Nova York.

Paulo Coelho foi designado, em 2007, como 'Mensageiro da Paz' pela Organização das Nações Unidas (ONU).

"António Guterres, sei que não pode impedir a entrada de mandatários, mas seria uma vitória proibir a comitiva do presente brasileiro de entrar. Não estão vacinados - mau exemplo hoje estampada em todos os jornais do mundo", postou. Ele assinou como 'Mensageiro da Paz' da ONU.



Bolsonaro é o único líder do G20 -  que reúne países que possuem as 20 maiores economias do mundo  - a ter afirmado publicamente que não se vacinou contra a COVID-19.  Segundo o jornal inglês The Guardian, o presidente brasileiro pretende desrespeitar as regras sanitárias  na reunião da ONU, marcada para o dia 21 de setembro, em Nova York.

A publicação ainda relembrou um trecho da transmissão ao vivo que Bolsonaro promoveu nessa quinta-feira (16/9). Na ocasião, o presidente destacou que seus níveis de anticorpos eram altos e disse que "estava melhor que qualquer pessoa vacinada com CoronaVac". Mesmo assim, no mesmo instante, foi aconselhado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a se vacinar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade