UAI
Publicidade

Estado de Minas GOVERNO BOLSONARO

Professor da USP sobre escândalo da Prevent Senior: 'Maior do Brasil'

A Prevent Senior é acusada de ocultar mortes de pacientes que participaram de estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina contra COVID-19


16/09/2021 15:25 - atualizado 16/09/2021 15:56

Prevent Senior
Prevent Senior (foto: PREVENT SENIOR/REPRODUÇÃO)
O médico Daniel A. Dourado, professor e pesquisador em Direito e Política de Saúde na Universidade de São Paulo (USP), comentou o escândalo do plano de saúde Prevent Senior, que é acusado de ocultar mortes de pacientes que participaram de estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina contra COVID-19. De acordo com o professor, este é o maior escândalo médico de todo o Brasil.
“É o maior escândalo médico da história do Brasil. Esse episódio da Prevent Senior tem que ser investigado e o envolvimento com o governo Bolsonaro precisa ser esclarecido. É gravíssimo”, escreveu no Twitter.
 
 

A pesquisa foi apoiada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e divulgada como solução contra a pandemia.
 
Leia também: Renan fala em punição exemplar a Prevent Senior: 'Coisa pavorosa' 
 
A informação foi publicada em primeira mão pela TV Globo, que afirmou que a CPI da COVID recebeu um dossiê com uma série de  denúncias de irregularidades, elaborado por médicos e ex-médicos da Prevent

No documento, é citado que a  disseminação da cloroquina e outras medicações foi resultado de um acordo entre o governo Bolsonaro e a Prevent. Segundo o dossiê, o estudo foi um desdobramento do acordo.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade