UAI
Publicidade

Estado de Minas MONTES CLAROS

Zema lança obra do Anel e anuncia R$ 800 milhões à Educaçao em Minas

O governador autorizou, na manhã desta quinta-feira (16/9), as obras do Anel Rodoviário Leste e do Anel Rodoviário Norte da cidade


16/09/2021 13:05 - atualizado 16/09/2021 15:01

O governador ressaltou ainda a importância da busca da parceria do poder público com a iniciativa privada para a execução de obras
O governador ressaltou ainda a importância da busca da parceria do poder público com a iniciativa privada para a execução de obras (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press )

Uma obra rodoviária reivindicada há décadas ao poder público foi viabilizada a partir de uma parceria entre o governo do estado e a iniciativa privada: a conclusão do contorno rodoviário de Montes Claros, no Norte de Minas. O governador Romeu Zema  (Novo) autorizou, na manhã desta quinta-feira (16/9), as obras do Anel Rodoviário Leste e do Anel Rodoviário Norte da cidade. 


Os serviços serão realizados por meio de alocações no contrato de concessão para a empresa Eco 135, que administra a BR-135, ligação entre Montes Claros e Belo Horizonte. 

Serão aplicados R$ 100 milhões na construção do Anel Rodoviário Norte, entre a BR-251 (saída para Francisco Sá/Salinas) e a BR-135 (estrada para Januária). A ECO 135 também será responsável pela construção de um novo trecho ("alça") do Anel Rodoviário Leste, na BR-135 (saída para Bocaiúva), no valor de R$ 50 milhões.

O novo trecho sairá da BR-135 e passará próximo ao terreno do 55º Batalhão de Infantaria do Exército, até alcançar o atual Anel Rodoviário, perto da estrada de Juramento. Desta forma, vai tirar o trânsito pesado de caminhões e carretas da área urbana (entre os bairros Santo Antônio, Alto Boa Vista e Sion).

Na oportunidade, o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto (Cidadania), lembrou que a conclusão do contorno rodoviário da cidade é reivindicada pela população e prometida por vários governos, mas que nunca saiu do papel. Ele destacou a importância da obra para a retirada do tráfego de veículos de cargas da área urbana do município. 

O governador  ressaltou ainda a importância da busca da parceria do poder público com a iniciativa privada para a execução de obras, "pois o estado, sozinho, não tem condições para levar adiante um empreendimento desse porte". Ele também destacou que é preciso "romper as vaidades". "Existia uma certa fogueira de vaidades (em torno da obra do contorno rodoviário de Montes Claros). Cada um querendo ser pai (da obra) e não existe pai desse grande projeto. O que existiu foi um esforço de todos para que ele (o projeto) pudesse ser concluído", assegurou Zema. 

Ao agradecer o governador pela viabilização da obra rodoviária, o prefeito Humberto Souto afirmou que Romeu Zema deverá buscara a reeleição em 2022 para dar continuidade aos grandes projetos de Minas Gerais.

O "lançamento' das obras dos novos trechos do contorno rodoviário de Montes Claros ocorreu em uma tenda montada no estacionamento de um posto de combustíveis próximo ao Anel Rodoviário Sul da cidade, entre a BR-135  e  a BR-365 (saída para Pirapora). Na ocasião, Romeu Zema fez uma "sessão de fotos" com deputados estaduais, autoridades locais, prefeitos da região e vereadores. 

O governador esteve acompanhado dos secretários estaduais de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato; de Agricultura, Ana Maria Soares Valentini; e de Educação, Julia Sant'Anna. Na oportunidade, o chefe do Executivo fez a entrega simbólica de títulos de regularização rural para agricultores de Bocaiuva, cidade vizinha.

Atualmente, estão sendo construídas as vias laterais do Anel Rodoviário Sul, com recursos viabilizados pelo governo de Minas junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Economico e Social  (BNDES). Também está sendo restaurada a atual pista central do trecho rodoviário. 

Romeu Zema visitou as obras, onde também gravou vídeo para suas redes sociais. O governador chegou a parar um caminhoneiro que passava pelo local, para saber a opinião dele sobre os serviços. 
"Eu cumprimentei-o e ele disse que os serviços estão ótimos", afirmou Jaime do Carmo, de 64 anos, natural de Paraguaçu Paulista (SP). Ele informou que levava uma carga para Recife (PE). 

Recursos para escolas

Ainda na manhã desta quinta-feira, em Montes Claros, acompanhado da secretária de Estado de Educação, Julia Sant'Anna, o governador Romeu Zema visitou a Escola Estadual Doutor Carlos Alburquerque, no Bairro Maracanã. Ele anunciou o investimento de R$ 800 milhões pelo governo de Minas na aquisição de equipamentos e mobiliário para escolas da rede estadual de todos os municípios mineiros, em meio a pandemia do coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação, após um diagnóstico sobre a situação do mobiliário das escolas estaduais, foram investidos cerca de R$ 300 milhões na compra de carteiras escolares para alunos e professores da rede estadual. Foram adquridas mais de 760 mil unidades de conjuntos de carteiras escolares. Com isso, a metade do mobiliário de todas as escolas estaduais será substituída.

Por outro lado, anunciou a SEE, serão disponibilizados mais R$ 500 milhões para a compra de mobiliário e equipamentos diversos para os prédios da rede estadual até o final de 2021.
 
Unimontes 
 
Na tarde desta quinta-feira, o  governador cumnpre agenda na sede da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Ele vai se reunir com o reitor Antonio Alvimar Souza e outros representantes da universidade, para discutir projetos e melhorias na instituição.

O governo do Estado informou que na atual gestão foram aplicados R$ 54 milhões na Unimontes, com um grande aporte de recursos para o Hospital Universitário Clemente de Faria, referência regional no atendimento aos casos de COVID-19. 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade