UAI
Publicidade

Estado de Minas CPI DA COVID EM BH

Ex-presidente da BHTrans é convocado para depor na CPI da COVID em BH

Célio Bouzada e outros integrantes da Prefeitura de Belo Horizonte vão depor na comissão da Câmara de BH


16/09/2021 12:32 - atualizado 16/09/2021 12:40

Vereador Professor Juliano Lopes (Agir) preside a CPI da COVID em BH
Vereador Professor Juliano Lopes (Agir) preside a CPI da COVID em BH (foto: Cláudio Rabelo/Câmara Municipal de Belo Horizonte)
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID de Belo Horizonte, instalada pela Câmara Municipal da capital de Minas Gerais, aprovou nesta quinta-feira (16/9) a convocação de três pessoas para depor à CPI. Uma delas é o ex-presidente da Empresa de Transporte de Belo Horizonte (BHTrans), Célio Bouzada.

Bouzada, que deixou a gestão da BHTrans em janeiro de 2021, vai depor à CPI na próxima quinta-feira (23), às 9h. Os vereadores querem explicações sobre a operação do transporte público durante a pandemia de COVID-19.

Outros integrantes da Prefeitura de Belo Horizonte vão depor à CPI que apura os gastos do Executivo durante o período pandêmico. Em 7 de outubro, André Reis, secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, será ouvido.

Já no dia 14 de outubro, é a vez de Leonardo Vilete Matos, gerente de contratação de serviços gerais e de engenharia, prestar depoimento. Ambos vão abordar a relação com Mário Valadares, dono do Shopping Oiapoque.

Vereadores suspeitam que doações de respiradores à prefeitura podem ter ligação com a reabertura de centros comerciais populares, como o Oiapoque. Valadares, que já depôs à CPI duas vezes, nega essa suspeita dos parlamentares.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade