Publicidade

Estado de Minas SENADO

Alessandro Vieira sobre MP da Eletrobras: 'Escândalo é pouco'

Uma das prioridade do governo no Congresso, medida provisória permite a privatização da Eletrobras, estatal com foco em geração e transmissão de energia


17/06/2021 15:03 - atualizado 17/06/2021 15:49

Alessandro Vieira é senador pelo Cidadania-SE(foto: Senado Federal/Reprodução)
Alessandro Vieira é senador pelo Cidadania-SE (foto: Senado Federal/Reprodução)
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) usou as redes sociais, nesta quinta-feira (17/6), para falar sobre a Medida Provisória da Eletrobras, que está sendo votada no Senado na tarde de hoje. 

“Sugiro que todos acompanhem a votação da MP da Eletrobras. Pego emprestada a definição da Simone Tebet: inconstitucional na forma e imoral no conteúdo. Escândalo é pouco”, escreveu.



A medida provisória permite a privatização da Eletrobrás, estatal com foco em geração e transmissão de energia.

A MP é uma das prioridades do Executivo no Congresso e foi a primeira proposta de privatização aprovada na gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A expectativa é levantar R$ 60 bilhões com a operação, que está prevista para ser concluída no início de 2022. 

Pelo texto, o governo fica autorizado a diluir sua participação na estatal, hoje em torno de 60% para 45%, por meio da oferta de novas ações no mercado. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade