Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES

Considerado 'pai da urna eletrônica' deixa chefia no TSE a pedido

Saída coincide com pedidos de Bolsonaro pela volta do voto impresso nas eleições de 2022


12/05/2021 07:44

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O chefe da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Dutra Janino deixou o cargo nesta terça-feira (11/5), após 25 anos de serviços prestados à Justiça Eleitoral. Conhecido como o pai da urna eletrônica, por ter participado do grupo que projetou o equipamento, deixou o cargo a pedido.

Foi nomeado em seu lugar Júlio Valente. Ainda hoje, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) a nomeação de Carlos Bastide Horbach como novo ministro titular do Tribunal. Ele assumirá a vaga de Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, que encerrou seu último biênio na Corte. 

A saída de Janino coincide com pedidos por parte do presidente Jair Bolsonaro para aprovação do voto impresso. "Com toda certeza nós aprovaremos no Parlamento e teremos, sim, uma maneira de auditar o voto por ocasião das eleições de 2022. Ganhe quem ganhar, mas na certeza, não na suspeição da fraude", afirmou no final de semana o mandatário, que acrescentou ainda que, se o Congresso aprovar voto impresso, esta será a maneira de realização das eleições de 2022, ou "não terá eleição".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade