Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Planalto passa a recomendar o que Bolsonaro ignora: evitar aglomerações

Um ano depois do início da pandemia, perfil oficial do Palácio do Planalto orienta distanciamento e uso de máscaras, hábitos que o presidente não pratica em aparições públicas


14/04/2021 18:18 - atualizado 14/04/2021 19:18

Bolsonaro ignorada medidas de proteção contra a COVID-19(foto: Marcos Corrêa/PR)
Bolsonaro ignorada medidas de proteção contra a COVID-19 (foto: Marcos Corrêa/PR)
Em meio ao aumento de infecções por COVID-19 e os recordes diários de números de mortes, o Palácio do Planalto começou adotar uma posição diferente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e recomendar o uso de máscaras. O equipamento é usado como proteção contra a COVID-19, mas é ignorado pelo chefe do Executivo, seus seguranças, ministros e membros da alta cúpula do governo.

Na tarde desta quarta-feira (14/4), o perfil oficial do Planalto postou a seguinte mensagem:
"Mesmo com a vacinação contra a Covid-19 avançando cada vez mais, é muito importante continuarmos cuidando uns dos outros. Por isso, lave sempre as mãos com água e sabão ou utilize álcool em gel, evite aglomerações, mantenha o distanciamento e use máscara."



Recentemente, o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que gostaria que o Brasil fosse reconhecido como uma “pátria de máscaras”. Logo em seguida da declaração, o presidente foi responsável por uma aglomeração no salão do Planalto durante uma coletiva de imprensa. Bolsonaro não utilizou máscara.
 
Outra nova medida recomendada pelo Planalto é evitar aglomerações. O presidente também não segue essa orientação. Até esta quarta-feira (14/4), ele participou de quatro aglomerações desde o início da semana. Em apenas uma ele utilizou máscara.

Bolsonaro também vem fazendo visitas aos estados. Durante esses eventos, ele abraça, tira fotos, pega no colo crianças e beija apoiadores. O Palácio do Planalto, inclusive, registra esses momentos e divulga no banco de fotos da instituição.

Presidente participa de aglomerações frequentemente (foto: Marcos Corrêa/PR)
Presidente participa de aglomerações frequentemente (foto: Marcos Corrêa/PR)
Bolsonaro em visita aos estados (foto: Marcos Corrêa/PR)
Bolsonaro em visita aos estados (foto: Marcos Corrêa/PR)
 

O presidente também tem o costume de falar com apoiadores antes e depois de sair do Palácio do Alvorada, sua residência oficial. Nessas conversas, Bolsonaro também não utiliza equipamento de proteção.

Nas últimas semanas, durante essas conversas, ele vem atacando governadores e prefeitos por tomarem atitudes para frear a pandemia de COVID-19.

Leia: Bolsonaro: governadores e prefeitos estão dando 'amostra do comunismo'

Mais cedo, nesta quarta-feira (14/04), em vídeo publicado por ele mesmo, o presidente não utilizou a proteção, críticou de jornais e mais uma vez, foi contra as ações necessárias contra a pandemia de COVID-19.

 
Durante toda a pandemia, o chefe do Executivo teve falas e atitudes negacionistas. Entre elas, negar a gravidade do vírus, recomendar remédios sem comprovação científica, ser contra medidas de proteção, não utilizar máscaras, frequentar aglomerações, negar a compra de vacinas, negligenciar oxigênio para estados e induzir protocolos, dentro do próprio Ministério da Saúde, para implantação de um “tratamento precoce", outra ação sem comprovação científica.

Veja algumas fotos do presidente durante a pandemia de COVID-19

 
Presidente no Planalto(foto: Alan Santos/PR)
Presidente no Planalto (foto: Alan Santos/PR)
Bolsonaro em vista aos Estados(foto: Alan Santos/PR)
Bolsonaro em vista aos Estados (foto: Alan Santos/PR)
 
Bolsonaro em vista em Manaus(foto: Alan Santos/PR)
Bolsonaro em vista em Manaus (foto: Alan Santos/PR)

* Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria.  
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade