Publicidade

Estado de Minas POLÊMICA

Prefeito diz ter sido mal interpretado ao comparar Bolsonaro a 'autista'

Luiz Antônio da Silva se defendeu da repercussão negativa do comentário feito durante debate sobre a vacina contra a COVID-19, em rádio de Alfenas


05/02/2021 19:59 - atualizado 05/02/2021 21:10

Prefeito de Alfenas tentou explicar comentário comparando Bolsonaro a autista(foto: Arquivo Pessoal)
Prefeito de Alfenas tentou explicar comentário comparando Bolsonaro a autista (foto: Arquivo Pessoal)
O Prefeito de Alfenas, no Sul de Minas, se explicou após comparar Bolsonaro a um 'autista'. O comentário foi feito durante debate sobre a vacina contra a COVID-19 em rádio local. Luiz Antônio da Silva disse que foi 'mal-interpretado'.

 

O programa de rádio Conversa com o prefeito foi transmitido pelas redes sociais, e a fala do prefeito repercutiu negativamente. Luiz Antônio da Silva afirmou que Bolsonaro não tem sentimento, como um autista. A comparação revoltou moradores e pais de autistas que se manifestaram.

Comparação foi feita durante debate em rádio da cidade(foto: Reprodução de Internet)
Comparação foi feita durante debate em rádio da cidade (foto: Reprodução de Internet)
O fato também foi publicado em um jornal local, que recebeu vídeos de especialistas de outras cidades repudiando o comentário do prefeito.

O apresentador de TV Marcos Mion, que tem um filho autista, foi um dos que se manifestaram sobre o tema nas redes sociais. "Autismo não é adjetivo. Parem de usar o termo autista para justificar ou explicar comportamentos de forma pejorativa", afirmou.



Quem também se pronunciou foi Selma Sueli Silva. Ela é jornalista, especialista em comunicação e gestão empresarial, e tem uma filha, de 24 anos, também jornalista e mestranda na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mãe e filha são autistas.

 

A jornalista Selma Sueli Silva, autista, tem um canal na internet para falar sobre o tema (foto: Reprodução de Internet)
A jornalista Selma Sueli Silva, autista, tem um canal na internet para falar sobre o tema (foto: Reprodução de Internet)
“Os autistas têm sentimento. Os autistas sofrem. Eles aprendem. Os autistas têm um cérebro diferente. O cérebro neurodivergente. Então prefeito, o senhor teve uma fala equivocada. Acompanhe o nosso canal – Mundo Autista – Afinal, é preciso conhecer para entender”, diz.

 

Diante da repercussão do caso, Luiz Antônio da Silva conversou com o Estado de Minas. Ele alega ter sido mal-interpretado.

 

“Se a gente aprofundar a questão do autismo, tirar um traço do autismo para compreender o que o Bolsonaro pensa. Ele tem um 'automundo'. E quando tem um espectro grave do autismo, não é leve nem médio, é grave, você de fato se preocupa com o seu mundo. E foi nesse sentido, de que o Bolsonaro pudesse ter traços de só pensar no mundo dele. Para você ter uma ideia, ele não está preocupado com Manaus, e sim apenas com o mundo dele”, disse o prefeito.

Residências terapêuticas 

 

Luiz Antônio da Silva relacionou os trabalhos feitos por ele em apoio às pessoas com necessidades especiais.

“Fechei um hospital psiquiátrico e implantei o serviço de apoio a pessoas com problemas psíquicos com oito residências terapêuticas, que na época, acolhiam quase 60 pessoas. Hoje estamos com 32 moradores, que são acolhidos em quatro residências terapêuticas", conta.

O prefeito prossegue: "Temos também o Centro de Atenção Psicossocial (CAPSP), em que o município fez um chamamento público, contratou uma organização social para fazer o gerenciamento do local. A minha gestão também deu uma nova sede para o Centro de Convivência, que acolhe esses pacientes de saúde mental”.

 

Além disso, o prefeito relembrou o I Seminário Municipal de Educação Inclusiva. “Promovi o encontro com o objetivo de planejar, implementar e executar ações e políticas de garantia e defesa dos direitos da pessoa com deficiência. Então, não tem uma gestão que se preocupe mais com o próximo que a de Alfenas”

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade