Publicidade

Estado de Minas AMEAÇAS

Vereadora eleita em BH Duda Salabert relata ameaças de morte

Mais votada de Belo Horizonte , transexual diz ser vítima de grupo neonazista e irá à polícia; ameaça inclui mulheres e negros


04/12/2020 10:42 - atualizado 04/12/2020 11:08

Duda Salabert é a primeira transexual eleita em Belo Horizonte(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Duda Salabert é a primeira transexual eleita em Belo Horizonte (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

A vereadora eleita Duda Salabert (PDT) relatou, por meio do Instagram, que está sofrendo ameaças de morte. Segundo a futura parlamentar, desde que sua vitória para uma das vagas na Câmara Municipal de Belo Horizonte foi anunciada, ela tem recebido mensagens de ódio.


A reprodução de um texto publicado na rede social de Duda Salabert mostra a ameaça de um atentado terrorista em um colégio onde trabalha:

“Vou invadir uma sala de aula do Bernoulli e vou matar todas as vadias, todos os negros (que, infelizmente serão bem poucos, 1, ou 2 cotistas) e depois vou te matar” (sic).

A vereadora eleita declarou as mensagens teriam partido de um grupo neonazista que atua no Brasil. Disse, ainda, que se trata de “uma estratégia não só para me intimidar, como também para forçar que a escola me demita”.

Pela rede social, ela informou que irá à polícia denunciar os autores das mensagens. “Não vão silenciar minha luta por justiça social. Não vão me intimidar. Serão todos presos”, finalizou.

Duda Salabert é a primeira transexual eleita para a Câmara de Belo Horizonte. Escolhida por 37.613 eleitores, ela foi a vereadora mais votada na história da capital.

 

Veja abaixo a mensagem publicada pela professora

 

Estou sofrendo ameaças de morte. Sim, desde que ganhei a eleição venho recebendo mensagens não apenas de ódio, mas também de ameaças. Ontem recebi esse e-mail. E pior: o grupo odioso enviou esse mesmo email para a escola em que trabalho e para os donos e para a direção da escola. É uma estratégia não só para me intimidar, como também para forçar que a escola me demita.

 


O email aparece assinado com o nome de "Ricardo Wagner Arouxa". Procurei no Google e vi que é essa a assinatura de um grupo neonazista que atua no país. Hoje irei à delegacia fazer a denuncia para que a investigação chegue aos criminosos. Não vão silenciar minha luta por justiça social. Não vão me intimidar. Serão todos presos!


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade