Publicidade

Estado de Minas OLHO EM 2022

Kalil na Globonews sobre Presidência: 'Minas está muito jogada de lado'

Prefeito de BH afirmou que a votação que obteve na reeleição o coloca no "tabuleiro do jogo" da disputa nacional


02/12/2020 11:14 - atualizado 02/12/2020 12:12

(foto: Leandro Couri/EM/DA PRESS)
(foto: Leandro Couri/EM/DA PRESS)

 
O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), considera participar de forma ativa da disputa presidencial em 2022. "Estou no jogo do tabuleiro", afirmou à jornalista Andréia Sadi, em entrevista ao programa Em Foco, da GloboNews, na manhã de quarta-feira (2).

A possibilidade havia sido aventada no programa Roda Viva, que foi ao ar na segunda (30), quando disse "se eles quiserem me carregar, eu vou".
 
Kalil afirmou que Minas e a capital estão alijadas da política nacional. Argumentou que não tem essa ambição presidencial, mas que diante do número expressivo de votos que obteve, ao ser reeleito, seu nome se apresenta para a disputa nacional.  "Com o número de votos que tive em Belo Horizonte, estou no jogo do tabuleiro", afirmou.
 
Observou que não há nomes no Estado que "queiram participar desse jogo em Estado tão importante." "Minas está jogada de lado para nação", afirmou. E ressaltou o papel de Belo Horizonte, como a terceira capital do Brasil, nesta disputa. Kalil obteve 784.307 votos (63,36% dos votos), uma votação nunca obtida para prefeitura da capital em primeiro turno.
 
Kalil foi questionado sobre dois nomes aventados para disputar à Presidência da República com quem ele tem muita proximidade, o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM) e o Ciro Gomes, vice-presidente do PDT. Optou por não responder e afirmou que os dois políticos têm mais experiência do que ele para responder qual seria o melhor nome para a disputa de 2022.
 
"Sou cachorro novo. Não me aperta nisso. Não tenho avaliação nacional. temos tecnologia para isso, como pesquisa", argumentou.  Kalil disse que não é megalomaníaco."Já disse que não sou modesto, mas não sou megalomaníaco. Eles podem indicar qual é o melhor caminho", concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade