Publicidade

Estado de Minas SÓCIO-DIRETOR DE MULTINACIONAL

Moro nega 'conflito de interesses' ao virar sócio em consultoria

Ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro vai atuar na área de 'Disputas e Investigações' da consultoria americana de gestão de empresas Alvarez & Marsal em nível global, com base no Brasil em São Paulo


30/11/2020 12:12 - atualizado 30/11/2020 14:26

Ex-ministro Sérgio Moro foi admitido como sócio-diretor da consultoria americana de gestão de empresas Alvarez & Marsal(foto: Wikimedia Commons)
Ex-ministro Sérgio Moro foi admitido como sócio-diretor da consultoria americana de gestão de empresas Alvarez & Marsal (foto: Wikimedia Commons)

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro se manifestou nesta segunda-feira, 30, sobre sua admissão como sócio-diretor da consultoria americana de gestão de empresas Alvarez & Marsal sete meses após deixar o governo Bolsonaro. Nas redes sociais, confirmou a contratação, que havia sido anunciada pela empresa no domingo, 29, e negou conflito de interesses no novo cargo.

"Ingresso nos quadros da renomada empresa de consultoria internacional Alvarez & Marsal para ajudar as empresas a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção. Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses", escreveu em sua conta no Twitter.

O novo endereço comercial do ex-juiz da Lava-Jato, que fez fama como linha dura contra a corrupção ao condenar empreiteiros, doleiros, lobistas e políticos de diversos partidos, incluindo o ex-presidente Lula na ação do triplex do Guarujá, afasta por agora especulações sobre uma possível incursão no campo eleitoral para concorrer à Presidência em 2022.

Na A&M, Moro vai atuar na área de 'Disputas e Investigações' da empresa em nível global, com base na sede da empresa em São Paulo. O foco do trabalho será o desenvolvimento de políticas antifraude e corrupção, governanças de integridade e conformidade e políticas de compliance.

Com mais de 5 mil funcionários em quatro continentes e escritório no Brasil em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, a A&M fornece serviços de consultoria, aprimoramento de desempenho de negócios e gestão de recuperação.

A consultoria atua, por exemplo, no processo de recuperação da Odebrecht - empreiteira que fechou acordo de leniência com a Lava-Jato e viu 77 de seus executivos fecharam delação premiada, inclusive o patriarca Emílio Odebrecht e seu filho Marcelo Odebrecht, que foi condenado por Moro em diferentes ações penais.

As negociações para levar Moro à Alvarez & Marsal tiveram início nos Estados Unidos, onde a companhia foi criada. "Estamos muito felizes com a vinda do dr. Sérgio Moro como sócio diretor do Alvarez & Marsal. É um profissional com mais de 20 anos de experiência em investigação", disse Adriano Ponciano, sócio da empresa.

Em nota divulgada à imprensa, a consultoria informou que a contratação de Moro está alinhada com o 'compromisso estratégico da A&M em desenvolver soluções para as complexas questões de disputas e investigações, oferecendo aos clientes da consultoria e seus próprios consultores a expertise de um ex-funcionário do governo brasileiro'.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade