Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2020

Renovação da Câmara de BH para 2021 é a maior das últimas eleições

Somente 17 dos 41 vereadores belo-horizontinos vão seguir no cargo a partir do próximo ano


16/11/2020 13:06 - atualizado 16/11/2020 13:24

(foto: Bernardo Dias/Câmara Municipal de BH)
(foto: Bernardo Dias/Câmara Municipal de BH)
A renovação dos vereadores de Belo Horizonte nas eleições municipais deste ano é a maior dos últimos anos. Da atual legislatura, composta por 41 parlamentares, somente 17 conseguiram votos suficientes para seguir no cargo a partir de 2021.

São eles: Álvaro Damião (Democratas); Bella Gonçalves (Psol); Bim da Ambulância (PSD); Bispo Fernando Luiz (PSD); Gabriel Azevedo (Patriota); Helinho da Farmácia (PSD); Henrique Braga (PSDB); Irlan Melo (PSD); Jorge Santos (Republicanos); Juninho Los Hermanos (Avante); Léo Burguês (PSL); Marilda Portela (Cidadania); Nely Aquino (Podemos); Professor Juliano Lopes (PTC); Ramon Bibiano da Casa de Apoio (PSD); Reinaldo Gomes Preto Sacolão (MDB); e Wesley Autoescola (Pros).

O número é maior, no mínimo, do que o das últimas três eleições municipais. Em 2016, 38 vereadores tentaram a reeleição na Câmara de BH. Porém, 18 conseguiram se manter no cargo: Arnaldo Godoy (PT); Autair Gomes (PSC); Bim da Ambulância (PSDB); Fernando Luiz (PSB); Dr. Nilton (Pros); Elvis Côrtes (PSD); Gilson Reis (PCdoB); Jorge Santos (PRB); Professor Juliano Lopes (PTC); Juninho Los Hermanos (PSDB); Léo Burguês (PSL); Orlei (PTdoB); Henrique Braga (PSDB); Pedro Patrus (PT); Preto (Democratas); Professor Wendel Mesquita (PSB); Reinaldo Gomes (PMDB); e Wellington Magalhães (PTN).

Em 2012, 19 vereadores de BH foram reeleitos: Adriano Ventura (PT); Alexandre Gomes (PSB); Arnaldo Godoy (PT); Autair Gomes (PSC); Bruno Miranda (PDT); Elaine Matozinhos (PTB); Gunda (PSL); Henrique Braga (PSDB); Iran Barbosa (PMDB); Leonardo Mattos (PV); Léo Burguês (PSDB); Pablito (PSDB); Preto (Dem); Ronaldo Gontijo (PPS); Sérgio Fernando Pinho Tavares (PV); Silvinho Rezende (PT); e Wellington Magalhães (PTN) são alguns deles.

Já em 2008, a manutenção de parlamentares para a próxima legislatura saltou para 24, sendo a maior dos quatro pleitos analisados. Em 2021, destaca-se a ausência de algumas figuras 'carimbadas' da Câmara, como Arnaldo Godoy (PT), que já foi vereador por sete mandatos e Jair Di Gregório (PSD), que ocupou uma cadeira por três legislaturas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade