Publicidade

Estado de Minas BÔNUS

Carlos Bolsonaro teria dado R$ 3 milhões extras para funcionários

Carlos está sendo investigado pelo Ministério Público por contratação de funcionários fantasmas e prática de 'rachadinhas'


30/10/2020 14:29 - atualizado 30/10/2020 14:52

Carlos Bolsonaro (Republicanos)(foto: SERGIO LIMA/AFP)
Carlos Bolsonaro (Republicanos) (foto: SERGIO LIMA/AFP)
O vereador e filho 02 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Carlos Bolsonaro (Republicanos), pagava um bônus que atinge 80% da renda mensal de seus assessores. Segundo informações publicadas nesta sexta-feira (30) pela revista Veja, a distribuição do valor extra soma cerca de R$ 3 milhões. 


As gratificações são concedidas aos parlamentares que cumprem uma tarefa adicional. 

Carlos Bolsonaro reage

No Twitter, o vereador se defendeu. “Inventam e dane-se. A fonte pagadora com valores fixos é realizada IGUALMENTE e diretamente pela Câmara a TODOS os funcionários dos 51 vereadores. NOVAMENTE matéria requentada e direcionada! Isso não é jornalismo é militância em abstinência e biografada! Fakenews do bem!”, escreveu Carlos.
 
 
 
Segundo ele, “agora está proibido funcionário de ganhar salário”. Ele alegou vias redes sociais, que nem paga os salários. “Que números são esses? Meu Deus!”, questionou.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade