Publicidade

Estado de Minas SÃO PAULO

Candidato Zeca Pagodinho muda nome após ser notificado pelo cantor

Político, que concorre ao cargo de vereador, afirma que ganhou o apelido em 1997, mas mudou o nome depois de ser notificado pela equipe do sambista. Justiça Eleitoral também considerou que a alcunha poderia confundir a população


26/10/2020 17:26

 O nome aparecia nas inscrições da Justiça Eleitoral e estaria nas urnas eletrônicas para quem o escolhesse como candidato na votação em novembro(foto: Reprodução/Facebook)
O nome aparecia nas inscrições da Justiça Eleitoral e estaria nas urnas eletrônicas para quem o escolhesse como candidato na votação em novembro (foto: Reprodução/Facebook)
As eleições municipais em São Caetano do Sul (SP) acabaram se tornando assunto nacional depois que o jornaleiro Osmar da Silva Lima (PDT), 51 anos, resolveu registrar a própria candidatura a vereador com o apelido de Zeca Pagodinho. O nome aparecia nas inscrições da Justiça Eleitoral e estaria nas urnas eletrônicas para quem o escolhesse como candidato na votação em novembro.

Mas o cantor fluminense não recebeu muito bem a “homenagem”. O nome artístico Zeca Pagodinho é registrado por ele no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e, por isso, não pode ser usado sem a devida autorização. Nesse domingo (25/10), o advogado do cantor informou ao jornal Extra que o candidato foi notificado para que pare de usar, imediatamente, o nome.

“Ele está fazendo uso do nome artístico nacionalmente conhecido no intuito de causar uma confusão no eleitorado, visto que o Zeca Pagodinho não é e nunca foi candidato. Pedimos que ele mude imediatamente o nome de campanha e, se ele não atender, vamos entrar com uma medida judicial”, relatou Carlos Mariano à publicação. Segundo ele, o cantor busca evitar se pronunciar publicamente sobre questões políticas para se proteger de ataques na internet em tempos de polarização no país.

Já o candidato, que agora usará apenas o nome Zeca nos materiais de campanha, diz que a brincadeira começou de maneira inocente, no fim dos anos 1990, quando ele usava óculos escuros redondos e tocava pandeiro “muito mal” em uma roda de samba com amigos. “Aí começou a brincadeira: Zeca Pagodinho está chegando”, lembrou Osmar ao portal Uol.

A ideia de usar o apelido, segundo o candidato, nasceu porque todos na cidade conhecem-no dessa maneira há pelo menos 20 anos. “Nunca foi minha intenção de usar o nome na maldade. Felizmente, ou infelizmente, porque eu gosto do ser humano que é o Zeca, gosto muito das letras dele, eu fico lisonjeado de alguém me chamar de Zeca Pagodinho mesmo sabendo que eu não sou o cantor”, disse.

E, além da notificação enviada pela equipe jurídica do cantor, o candidato a vereador teve um segundo motivo para mudar o nome: é que a Justiça Eleitoral também considerou que o apelido poderia confundir aqueles que comparecerão às urnas, e intimou Osmar a alterar a alcunha registrada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade