Publicidade

Estado de Minas SABATINA

BH: 'Prefeito cometeu crime com a população', diz candidato do Novo sobre redução dos ônibus em período crítico da pandemia

Rodrigo Paiva quer lançar mão da tecnologia para diminuir gargalos no transporte e na saúde pública


23/10/2020 19:49 - atualizado 25/10/2020 12:23

Além da proximidade com o Executivo estadual, Paiva quer estreitar laços com o presidente Jair Bolsonaro (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Além da proximidade com o Executivo estadual, Paiva quer estreitar laços com o presidente Jair Bolsonaro (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Candidato do partido Novo à Prefeitura de Belo Horizonte, Rodrigo Paiva quer implantar, na capital, um sistema que integre as diferentes modalidades de transporte público. Na visão do concorrente, melhorar a mobilidade urbana passa por dar aos cidadãos a chance de, em um mesmo trajeto, percorrer trechos de ônibus e bicicleta, por exemplo. Os planos dele para a cidade foram abordados nesta sexta-feira, em entrevista ao Jornal da Alterosa, da afiliada do SBT. Segundo Paiva, Kalil cometeu um "crime" com a população ao reduzir o número de viagens de ônibus ante a pandemia do novo coronavírus. 

"Precisamos dar qualidade ao transporte para que não tenhamos ônibus lotados como temos visto, principalmente nesta época de pandemia. O prefeito cometeu um crime com a população: em plena pandemia, reduziu muito o número de viagens e colocou a população em ônibus lotados", criticou.

O correligionário do governador Romeu Zema quer promover pesquisas para descobrir itinerários e horários mais utilizados pelos passageiros dos coletivos. Segundo ele, o processo é fundamental para eventual redução das tarifas. 
 
"(O transporte público) é a principal reclamação da população. Precisamos integrar o transporte, permitindo que determinados trechos sejam feitos de bicicleta, metrô, ônibus ou a pé. Belo Horizonte precisa inovar", disse.

Trabalho conjunto com recursos

Além da proximidade com o Executivo estadual, Paiva quer estreitar laços com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele crê que estabelecer parceria com a União é essencial para a promoção de obras que podem diminuir o impacto das chuvas — a exemplo dos temporais que assolaram BH no início deste ano. 

"Temos que fazer obras e atrair recursos do governo federal para investir em Belo Horizonte", afirmou, prometendo, também, lançar mão da tecnologia para diminuir o impacto dos desastres naturais.

Paiva destacou, também, o plano de realizar teleconsultas com médicos especialistas para diminuir a espera por atendimento no sistema público de saúde.
 

As entrevistas

De quinta (22) até o próximo dia 12, o Jornal da Alterosa promove, em dias úteis, entrevistas de cinco minutos com os candidatos a prefeito de Belo Horizonte. O noticiário vai ao ar às 19h15. Antes de participar do programa televisivo, Paiva foi sabatinado por jornalistas do Estado de Minas/Portal Uai.

As matérias sobre a entrevista ao EM serão publicadas neste sábado, na internet. No domingo, a edição impressa trará um resumo dos principais pontos abordados durante a conversa.

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade