Publicidade

Estado de Minas SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Ministro do STJ nega pedido de Flávio Bolsonaro para anular decisões no caso das 'rachadinhas'

Entre as ações que Flávio tentava anular, estão as quebras de sigilo bancário e fiscal e as operações de busca e apreensão


30/09/2020 14:57 - atualizado 30/09/2020 15:14

Flávio Bolsonaro (foto: Agência Brasil/Reprodução)
Flávio Bolsonaro (foto: Agência Brasil/Reprodução)
O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer negou o pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) pela anulação das decisões tomadas pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, no caso que investiga as “rachadinhas”.

A investigação apura denúncias de desvio de dinherio no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).
 
 
Segundo a defesa, como o Tribunal de Justiça do Rio garantiu o foro privilegiado ao senador, os atos do magistrado deveriam ser considerados nulos.
 
Apesar disso, o ministro afirmou que os elementos apresentados pela defesa não mostram urgência, “devendo ser oportunamente analisados, após a devida instrução dos autos e oitiva do Ministério Público Federal”.
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade