Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Alexandre Kalil recusa pedido de demissão de Castellar Guimarães Filho, procurador-geral de BH

Prefeitura de BH não informou o motivo alegado por Castellar Guimarães Filho para entregar o cargo


19/09/2020 15:38 - atualizado 19/09/2020 16:03

Kalil não permitiu que Castellar entregasse o cargo na prefeitura(foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte; Juarez Rodrigues/EM/D. A. Press)
Kalil não permitiu que Castellar entregasse o cargo na prefeitura (foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte; Juarez Rodrigues/EM/D. A. Press)
Procurador-geral do município de Belo Horizonte, Castellar Guimarães Filho teve o pedido de demissão recusado pelo prefeito da cidade, Alexandre Kalil (PSD). A Prefeitura de BH divulgou uma nota na qual informa somente a decisão do chefe do Executivo municipal, sem entrar em detalhes sobre os motivos pela entrega do cargo.

“O prefeito não vai aceitar o pedido de demissão do procurador-geral do município, Castellar”, divulgou a prefeitura, em nota enviada à reportagem neste sábado. O Estado de Minas também tentou contato com Castellar, que não respondeu às chamadas até o fechamento deste material.
 
Kalil e Castellar têm em comum a aproximação com o Clube Atlético Mineiro. Enquanto o atual prefeito foi presidente do Atlético de 2008 a 2014, o hoje procurador-geral é presidente do Conselho Deliberativo do clube.

O advogado Castellar Modesto Guimarães Filho ocupa o cargo na Prefeitura de BH desde agosto de 2019. Ele substituiu Tomáz de Aquino Resende, que alegou “interesses pessoais, incompatíveis com a função pública de procurador”.

“Dr. Castellar Modesto Guimarães Filho será o novo procurador-geral do município. Não tenho como agradecer o Dr. Tomáz de Aquino Resende pela lealdade, amizade e honestidade. Poucos homens têm sua altura. Obrigado, amigo”, escreveu Kalil, à época.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade