Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

João Vítor Xavier confirma candidatura à Prefeitura de BH com grande base de partidos aliados

Deputado estadual desde 2011, o também jornalista tenta o cargo de prefeito da capital mineira pela primeira vez


16/09/2020 17:30 - atualizado 16/09/2020 19:08

João Vítor Xavier (centro) também foi vereador de BH, em 2009 e 2010(foto: Divulgação/Cidadania)
João Vítor Xavier (centro) também foi vereador de BH, em 2009 e 2010 (foto: Divulgação/Cidadania)
O Cidadania confirmou, em convenção partidária na tarde desta quarta-feira (16), no Mercado Central, no Centro de Belo Horizonte, a candidatura do deputado estadual João Vítor Xavier para a prefeitura da cidade nas eleições municipais deste ano. Um dos trunfos do parlamentar da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na disputa pelo Executivo belo-horizontino deve ser a numerosa aliança formada com outras legendas.

O candidato a vice-prefeito será empresário Leonardo Bortoletto (Democratas). Democratas, PSB, PSL, PL, PMN e PTB já declararam apoio a João Vítor. O PSB, inclusive, teria o deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) na disputa deste ano para a prefeitura, mas recuou para fortalecer a candidatura do parlamentar da ALMG.

João Vítor Xavier é o 16º candidato confirmado via convenção partidária para a disputa da Prefeitura de BH nas eleições deste ano, um recorde de postulantes ao cargo. O número de “prefeitáveis” ou de aliados do deputado estadual, que também é jornalista, pode crescer, já que o vereador de BH Fernando Borja (Avante) tem situação indefinida.
 

Corrida à PBH em 2020

 
16 candidatos confirmados

Marcelo Souza e Silva (Patriota)
Áurea Carolina (Psol)
Rodrigo Paiva (Novo)
Fabiano Cazeca (Pros)
Nilmário Miranda (PT)
Professor Wendel Mesquita (Solidariedade)
Alexandre Kalil (PSD)
Igor Timo (Podemos)
Wanderson Rocha (PSTU)
Lafayette Andrada (Republicanos) 
Marilia Domingues (PCO)
Bruno Engler (PRTB)
Cabo Washington Xavier (PMB)
Luisa Barreto (PSDB)
João Vítor Xavier (Cidadania)
Wadson Ribeiro (PCdoB)  

1 ainda pré-candidato: 
 
Fernando Borja (Avante)

Prazos eleitorais:


31 de agosto a 16 de setembro: realização das convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. As convenções podem ocorrer por meio virtual.

31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia.

27 de setembro: início da propaganda eleitoral, inclusive na internet

15 de novembro: 1º turno das eleições

29 de novembro: 2º turno das eleições (se necessário)

15 de dezembro: último dia para entrega das prestações de contas

18 de dezembro: prazo final para diplomação dos eleitos 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade