Publicidade

Estado de Minas TOCANDO EM FRENTE

Bolsonaro sobre as quase 100 mil mortes por COVID-19: 'Vamos tocar a vida e buscar uma maneira de se safar'

Nesta quinta, o Brasil registrou 98.493 óbitos, num total de 2.912.212 casos


06/08/2020 20:41 - atualizado 06/08/2020 21:29

Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e presidente Jair Bolsonaro durante live desta quinta-feira(foto: Reprodução/Facebook)
Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e presidente Jair Bolsonaro durante live desta quinta-feira (foto: Reprodução/Facebook)
O presidente Jair Bolsonaro antecipou, na noite desta quinta-feira, em sua live semanal pelas redes sociais, um breve posicionamento sobre a trágica e iminente marca de 100 mil mortes causadas pela COVID-19 no Brasil.

Ao lado do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, Bolsonaro lamentou as perdas de vidas disse que é preciso "tocar a vida".

Antes de se manifestar, o presidente perguntou a Pazuello se o país já havia chegado aos 100 mil óbitos. "A gente lamenta todas as mortes, está chegando ao número de 100 mil talvez hoje, é isso?", indagou o presidente.

Ao ser informado pelo ministro que marca, provavelmente, será alcançada nesta semana, Bolsonaro replicou: "Mas vamos tocar a vida, tocar a vida e buscar uma maneira de se safar desse problema", complementou.

Nesta quinta, o Ministério da Saúde divulgou atualização do balanço com 2.912.212 casos confirmados e 98.493 óbitos, sendo 1.237 deles registrados nas últimas 24 horas.
Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e presidente Jair Bolsonaro durante live desta quinta-feira(foto: Reprodução/Facebook)
Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e presidente Jair Bolsonaro durante live desta quinta-feira (foto: Reprodução/Facebook)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade