Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Aprovação da filha de Braga Netto para gerência da ANS causa polêmica nas redes

Cargo que Isabela Braga Netto ocupará tem remuneração mensal de R$ 13.074


22/07/2020 10:04 - atualizado 22/07/2020 10:37

Walter Braga Netto aceitou a nomeação da filha para cargo comissionado(foto: Edu Andrade/Ministério da Economia)
Walter Braga Netto aceitou a nomeação da filha para cargo comissionado (foto: Edu Andrade/Ministério da Economia)
A aprovação concedida pela Casa Civil para a filha do general Walter Braga Netto, ministro do órgão, ocupar um cargo de gerência na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) provocou reação imediata nas redes sociais e muita polêmica. Nesta quarta-feira, o nome de Braga Netto figurou entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil devido à nomeação confirmada.

Grande parte do debate rondava o fato de um possível nepotismo por parte de Braga Netto ao aceitar a nomeação da filha, na última segunda-feira. Usuários da rede social criticaram o fato e cobraram um posicionamento de órgãos reguladores. O ministro, a Casa Civil e a ANS ainda não se manifestaram sobre o caso.

Isabela Oassé de Moraes Ancora Braga Netto foi indicada para uma vaga de gerente da ANS, órgão ligado ao Ministério da Saúde, com salário de R$ 13.074 por mês. Não é necessária a realização de concurso público para exercer a admissão.

Com sede no Rio de Janeiro, a agência regula o mercado de planos de saúde. Se confirmada a nomeação, a filha de Braga Netto ocupará o cargo de Gustavo de Barros Macieira, servidor de carreira da agência e especialista em direito do Estado e da regulação pela Fundação Getulio Vargas (FGV), que ainda ocupa o posto.

A vaga disputada por Isabela é para comandar a Gerência de Análise Setorial e Contratualização com Prestadores. O posto trata da relação entre ANS, planos de saúde e prestadores de serviços, como hospitais. A filha do ministro é formada em comunicação social. O nome de Isabela foi analisado pela Casa Civil porque nomeações para cargos comissionados do alto escalão exigem aval da pasta.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade