Publicidade

Estado de Minas SECRETÁRIO ESPECIAL

Mário Frias falta a reunião na Comissão de Cultura da Câmara

O deputado Alexandre Frota (PSDB) foi o autor do convite ao secretário. De acordo com ele, Frias teria aceitado e confirmado a presença


postado em 30/06/2020 15:15 / atualizado em 30/06/2020 15:44

Mário Frias foi contratado por Jair Bolsonaro (sem partido) para substituir Regina Duarte, que ficou menos de três meses no cargo(foto: Governo Federal/Reprodução)
Mário Frias foi contratado por Jair Bolsonaro (sem partido) para substituir Regina Duarte, que ficou menos de três meses no cargo (foto: Governo Federal/Reprodução)
O secretário Especial de Cultura, Mário Frias, faltou a uma audiência da Câmara dos Deputados marcada para ele expor suas metas e objetivos à frente o cargo. A reunião aconteceria nesta terça-feira (30). Frias tomou posse há uma semana e é o quinto Secretário Especial de Cultura, em um ano e meio de governo.
 
Realizada por videoconferência, a reunião estava marcada paras as 10h e foi encerrada às 11h26.

O deputado Alexandre Frota (PSDB) foi o autor do convite ao secretário. De acordo com ele, Frias teria aceitado e confirmado a presença. “Queria fazer um apelo ao novo secretário de Cultura. A gente já é amigo há mais de 25 anos, que ele comparecesse na sala, que ele viesse”, disse Frota. “Eu sei que ele está assistindo, porque enviamos o link para ele. Faço o apelo para que ele entre aqui para que a gente possa começar o diálogo, tranquilo e democrático. Continuamos esperando o senhor. Já se vão 54 minutos", publicou Frota na reunião virtual. 
 
O novo secretário não compareceu à reunião, mesmo após os apelos de Frota, o que acabou deixando alguns parlamentares nervosos. A deputada Erika Kokay (PT) afirmou que o secretário “fugiu da discussão” e mostrou “não ter apreço à democracia”
 

Entenda

Mário Frias foi contratado por Jair Bolsonaro (sem partido) para substituir Regina Duarte, que ficou menos de três meses no cargo. Ela assumiu após Roberto Alvim ser exonerado por gravar um vídeo referências ao nazismo.
 
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade