Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Gilmar Mendes diz que 60 milhões de votos não autorizam Bolsonaro a descumprir Constituição

Ministro do STF disse que manifestações antidemocráticas são criminosas


postado em 31/05/2020 19:54 / atualizado em 31/05/2020 21:06

Ministro Gilmar Mendes, do STF(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Ministro Gilmar Mendes, do STF (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou neste domingo, 31, à GloboNews crer que, certas vezes, falta ao presidente Jair Bolsonaro a compreensão de que ele foi eleito em uma democracia constitucional.

"O fato de o presidente ter tido quase 60 milhões de votos não o autoriza a descumprir a Constituição", afirmou.

Gilmar disse ainda que, pessoalmente, já disse a Bolsonaro que achava equivocada a participação dele em manifestações antidemocráticas.

Gilmar Mendes também afirmou que as instituições do Brasil estão funcionando, mas ele reconheceu que há escalada do discurso antidemocrático no País. Ele assegurou, contudo, que atos que pregam a ruptura "não nos intimidam".

Gilmar ressaltou que "não são elogiáveis manifestações antidemocráticas" e que elas "não apenas são inconstitucionais como também criminosas".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade