Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Reunião entre governo e ALMG vai definir novas ações de combate ao coronavírus no estado

Romeu Zema (Novo) e Agostinho Patrus (PV) vão se alinhar e definir próximos passos do Legislativo


postado em 27/03/2020 11:13 / atualizado em 27/03/2020 11:27

Agostinho Patrus e Romeu Zema se reunirão na tarde desta sexta-feira(foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)
Agostinho Patrus e Romeu Zema se reunirão na tarde desta sexta-feira (foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)
Em um raro momento aparente de paz e harmonia entre Executivo e Legislativo de Minas Gerais neste ano, as lideranças dos dois poderes vão se reunir nesta sexta-feira para definir os próximos passos do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, que avança diariamente. A reunião será entre o governador, Romeu Zema (Novo), e o presidente da AssembleiaAgostinho Patrus (PV).

Na última quarta-feira, na primeira sessão remota da Assembleia, o Legislativo aprovou o reconhecimento, até 31 de dezembro de 2020, do estado de calamidade pública no território mineiro por causa do coronavírus. Agora, a ideia é que na próxima semana seja tratada a disponibilização de verbas para compras de equipamentos e outras medidas mais para tentar conter o avanço da COVID-19.

“Hoje (sexta-feira) terei um almoço, uma reunião com o governador do estado, exatamente para tratar desse assunto. Os parlamentares estão dispostos a realocarem suas emendas para que sejam colocadas na questão do enfrentamento da COVID-19, alocando recursos para custeio de hospitais, para custeio, criação e instalação de novas UTIs no estado, também para compra de EPIs, que sabemos que também é fundamental. De respiradores...”, disse Agostinho Patrus, em entrevista à Rádio Super Notícia na manhã desta sexta-feira.

Ainda segundo o presidente da Casa, a partir do que for proposto na reunião desta sexta, um novo pacote de medidas pode ser anunciado e até aprovado na próxima semana. Pautas densas, como privatizações e outras concessões, não devem fazer parte das ações. “Quem sabe semana que vem possamos anunciar um balanço expressivo das emendas parlamentares para o enfrentamento do coronavírus”, completou.

Segundo relatório divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o número de casos suspeitos para a COVID-19 chega a 21.691. Outros 189 são confirmados. O órgão também investiga 28 mortes por coronavírus, mas ainda não houve nenhuma confirmação. Já no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados nessa quinta-feira, são 77 mortes e 2.915 casos confirmados. O governo mineiro tem seguido as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) no combate ao vírus, como distanciamento e isolamento social.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade