UAI
Publicidade

Estado de Minas

'Manda a polícia combater coronavírus': servidores da saúde protestam na Cidade Administrativa

Trabalhadores se reuniram em um dos prédios para questionar aumento concedido somente à segurança pública e cobrar o pagamento integral do 13º salário


postado em 13/03/2020 10:54 / atualizado em 13/03/2020 18:16

(foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
(foto: Leandro Couri/EM/DA Press)


Servidores da saúde de Minas Gerais protestam em um dos prédios da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira. Eles questionam o reajuste de 13% dado aos servidores da segurança. 


Nesta manhã, cerca de 100 servidores entraram no prédio Minas com cartazes e cantando palavras de ordem como "manda a polícia combater coronavírus", e cobrando o pagamento do 13º. 

O protesto ocorreu no momento em que a Secretaria de Estado de Saúde recebia a imprensa para uma coletiva sobre o novo coronavírus, que já tem dois casos confirmados e mais de 100 suspeitos no estado. 



Segundo Renato Barros, diretor da AEPGS, após o protesto os servidores decidiram que vão manter a mobilização, acompanhando a tramitação do projeto de recomposição que está na Assembleia Legislativa, assim como a discussão da carreira junto à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). 

Sancionado pelo governador Romeu Zema (Novo) nessa quarta-feira, o projeto de lei sobre o reajuste do salário dos servidores da Segurança Pública foi publicado no Diário Oficial desta quinta (12). O aumento passa valer a partir do dia 1º de julho deste ano. 

A recomposição salarial para outras categorias foi vetada. Segundo o governo, estudos realizados pela Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão apontam que a medida causaria grande impacto no orçamento - cerca de R$ 20 bilhões nos próximos três anos - , comprometendo o pagamento do salário dos servidores, além da prestação de serviços públicos. 

Outra justificativa alegada para o veto foi a instabilidade da economia brasileira diante do avanço do coronavírus e da forte queda no preço do petróleo. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade