UAI
Publicidade

Estado de Minas

Cristiano Silveira é eleito presidente do PT em Minas

Deputado estadual teve cerca de 80% dos votos dos mais de 300 delegados destacados para decidirem o comando da legenda


postado em 19/10/2019 17:17

Deputado estadual vai comandar o PT em Minas pelos próximos quatro anos(foto: Kerison Lopes/Divulgação)
Deputado estadual vai comandar o PT em Minas pelos próximos quatro anos (foto: Kerison Lopes/Divulgação)
O deputado estadual Cristiano da Silveira foi eleito neste sábado presidente do PT em Minas, durante congresso estadual da legenda. Silveira venceu a disputa com cerca de 80% dos votos dos mais de 300 delegados aptos a escolher o comando da legenda.
 
Das 11 chapas inscritas, uma não compareceu ao evento - o grupo que lançou a candidatura da deputada estadual Beatriz Cerqueira - e outras sete retiraram a candidatura. Além de Cristiano Silveira, disputaram o cargo a professora Sumara Ribeiro e o estudante João Paulo Furtado.
 
Caberá à direção nacional do PT definir a data de posse da nova direção do PT, que terá um mandato de quatro anos. No comando do PT, Cristiano Silveira afirmou que terá pela frente a missão de lançar o maior número possível de candidatos a prefeitos pelo estado , incluindo BH, e chapas completas de vereador.

O parlamentar defendeu ainda que parta do PT de Minas propostas contra a retirada de direitos sociais pelo governo Jair Bolsonaro e a elaboração de alternativas ao projeto de recuperação fiscal do estado, defendido pelo governo Romeu Zema (Novo) como a única solução para os problemas financeiros do estado.

"O PT tem um papel fundamental na construção de alternativas consistentes  para o país e o estado. Somos um partido militante, de base social popular", afirmou.

Cristiano Silveira lamentou a ausência no encontro do grupo ligado à colega de plenário, Beatriz Cerqueira, e ao deputado federal Rogério Correia. Eles questionam a legalidade do encontro realizado neste sábado.

O argumento é que houve fraudes no processo de escolha dos delegados que votaram neste sábado, durante encontros municipais realizados em 7 se setembro. O assunto foi levado para a direção nacional do PT, que descartou irregularidades e manteve a realização do congresso nacional neste sábado.

"O PT já realizou várias PEDs e não é a primeira vez que um grupo deixa de participar. A orientação do PT nacional é que o encontro fosse mantido hoje", argumentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade