Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Conselho do MP arquiva representação contra procuradores da Lava-Jato

Segundo a decisão do corregedor nacional do Ministério Público, 'a veracidade dos elementos de prova não pode ser comprovada, além de não ser possível verificar adulterações'


postado em 27/06/2019 20:45 / atualizado em 27/06/2019 21:17

Deltan Dallagnol(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Deltan Dallagnol (foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
O Conselho Nacional do Ministério Público arquivou, nesta quinta-feira, 27, representação para instaurar sindicância contra os procuradores da força-tarefa da Lava Jato com base em reportagens com supostos diálogos atribuídos a eles e ao ex-juiz federal Sergio Moro.

Segundo a decisão do corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, "a veracidade dos elementos de prova não pode ser comprovadas, além de não ser possível verificar adulterações".

Moreira também entende que não há elementos que justifiquem a abertura de reclamação disciplinar contra os procuradores "considerando a ausência de qualquer elemento que indique materialidade de ilícito disciplinar imputado".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade