Publicidade

Estado de Minas

Ministro Sérgio Moro tem celular invadido por hacker e bloqueia linha

Linha telefônica era usada por Moro desde a época em que ele atuava como juiz da Operação Lava-Jato


postado em 05/06/2019 18:30 / atualizado em 05/06/2019 18:41

(foto: Jair Amaral)
(foto: Jair Amaral)
O celular pessoal do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, sofreu uma tentativa de invasão. O hacker conseguiu mandar mensagens pelo aparelho, que foi cancelado assim que Moro percebeu a invasão.

O ministro cancelou a linha que usava desde quando ainda era o juiz da Operação Lava-Jato em Curitiba e determinou a abertura de investigações. Em nota, a assessoria de Moro informou que há possibilidade de clonagem do número (41) 99944-4140, que o ministro utilizava, e por isso a linha foi “abandonada”.

O ministro desconfiou de uma ligação recebida por ele e, logo em seguida, bloqueou a linha.

“Informamos que ontem houve tentativa de invasão do telefone celular do Ministro da Justiça e Segurança Pública, linha 41 99944-4140. Diante da possibilidade de clonagem do número, a referida linha foi abandonada. Investigação para apuração dos fatos já está em andamento”, diz a nota.


Publicidade