Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro ressalta importância de parceria com EUA, novo passaporte brasileiro e vacinas para Manaus em vídeo no Facebook

Presidente viaja para os Estados Unidos no domingo (17), quando serão discutidos acordos na área de tecnologia, energia, segurança e biodiversidade


postado em 14/03/2019 19:05 / atualizado em 14/03/2019 19:15

Bolsonaro falou ao vivo aos internautas ao lado dos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo(foto: Facebook/Reprodução)
Bolsonaro falou ao vivo aos internautas ao lado dos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo (foto: Facebook/Reprodução)

Ao lado do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o presidente Jair Bolsonaro dedicou boa parte de sua live, transmitida na página do Facebook na noite desta quinta-feira, para questões internacionais. Uma comitiva do governo federal embarca para os Estados Unidos no próximo domingo, dia 17.

Coube ao ministro comentar a viagem, que para ele será um momento de retomada de uma parceria “natural” entre os dois países. “Infelizmente nos últimos tempos essa parceria foi negligenciada”, disse.

Ainda segundo Ernesto Araújo, durante a viagem presidencial aos Estados Unidos será assinado um novo acordo de intercâmbio tecnológico que premitirá o uso da base de Alcântara, no Maranhão, para lançamento de satélites.

A expectativa é ainda acordos nos setores de energia, segurança, biodiversidade e parcerias econômicas, com destaque para a agricultura.

Outro assunto tratado na live é o novo passaporte brasileiro e as placas de veículos no modelo Mercosul. Bolsonaro afirmou que está sendo verificado um meio legal de anular o novo modelo de placa. “É um constrangimento e uma despesa a mais para o brasileiro”, argumentou o presidente.

Desde a semana passada Jair Bolsonaro começou a fazer vídeos ao vivo nas redes sociais para “prestar contas” de seu mandato e apresentar os principais assuntos da semana.

Saúde

Jair Bolsonaro anunciou que a partir de segunda-feira serão enviados a Manaus 1 milhão de vacinas contra a gripe. “Esse ano a gente antecipou no caso do Amazonas (seria 21 de abril), mas houve uma atipia no Amazonas, com muitos óbitos”, alegou o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

Terão prioridade gestantes e crianças, que é o grupo de risco principal. O presidente disse ainda que, como medida pelos primeiros 100 dias de governo, haverá um corte de 21 mil cargos comissionados, gerando uma economia de cerca de R$ 200 milhões por ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade