Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Após falar com premiê da Hungria, Bolsonaro critica lei brasileira de imigração


postado em 19/11/2018 17:58

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), conversou por telefone nesta segunda-feira, 19, com o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán. "Ele está muito contente com a nossa vitória (na eleição). Seremos grandes parceiros no futuro", afirmou Bolsonaro durante entrevista concedida na porta de sua casa, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio).

"(A Hungria) é um país que sofreu muito com o comunismo, no passado", disse Bolsonaro, que em seguida criticou a lei de imigração em vigor no Brasil: "Fui contra essa última lei, que transformou o Brasil em um país sem fronteiras. Se essa lei continuar em vigor, qualquer um pode entrar (no Brasil) e chega com mais direitos do que nós", concluiu.

Bolsonaro também criticou a atuação de organizações não governamentais (ONGs) e defendeu que não recebam verbas públicas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade