Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Escolha de Azevedo e Silva para Defesa foi 'muito boa', diz Alexandre de Moraes


postado em 13/11/2018 14:41

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), elogiou a indicação do general Fernando Azevedo e Silva, ex-chefe do Estado Maior do Exército, para comandar o Ministério da Defesa no governo de Jair Bolsonaro (PSL).

"Eu sou amigo (dele). Achei uma escolha muito boa", disse o ministro a jornalistas antes de comandar a sessão da Primeira Turma do Supremo.

Em 2011, Azevedo e Silva foi nomeado pela então presidente Dilma Rousseff (PT) para comandar a Autoridade Pública Olímpica. "Fiquei quase três meses com ele lá nas Olimpíadas. Ele que comandava a autoridade do Exército lá."

Em setembro, o general da reserva foi indicado, a pedido de Toffoli, pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, como assessor do presidente do Supremo. Desde então, estava assessorando a presidência da Corte na formulação de políticas do Conselho Nacional de Justiça de segurança pública, em especial do sistema carcerário.

Auxiliares do Supremo ainda não sabem se o general continuará no tribunal nas próximas semanas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade