Publicidade

Estado de Minas

Dr. Rey vai à casa de Bolsonaro para pedir Ministério da Saúde, mas não é recebido

O cirurgião tentou conversar com o presidente eleito nesta sexta-feira na casa do ex-militar no Rio de Janeiro e disse: ''está na mão dele, gente!''


postado em 09/11/2018 11:48 / atualizado em 09/11/2018 12:18

(foto: Wikicommons)
(foto: Wikicommons)
Dr. Rey (PEN) queria se lançar como candidato à Presidência da República nas eleições de 18, mas acabou não concorrendo ao cargo. Ele, então, se lançou como candidato a deputado federal por São Paulo e terminou a corrida eleitoral com 13 mil votos, número insuficiente para que fosse eleito. Agora o médico das estrelas quer ser ministro da Saúde no governo de Jair Bolsonaro (PSL). 

Na manhã desta sexta-feira (9), Dr. Rey foi à casa do presidente eleito para conversar com ele sobre o comando do Ministério, mas não foi recebido pelo militar reformado. O cirurgião afirma que quer trazer a saúde norte-americana para o Brasil. “Precisamos de um país que fale inglês e não ‘ingrês’”, disse. 

Jornalistas estavam na porta da casa de Jair Bolsonaro para cobrir um encontro com o embaixador da Argentina, que está previsto em agenda, e foram surpreendidos pela presença do apresentador de TV. Em entrevista coletiva, ele revelou sua intenção com a visita. “Éramos do mesmo partido (PSC) e quero ser considerado para o Ministério da Saúde”, declarou. 

Dr. Rey chegou a entrar no condomínio onde Bolsonaro mora, mas não foi recebido por ele. Apesar disso, o médico disse à imprensa que “a conversa foi boa”.

Nos últimos quatro anos, Dr. Rey foi filiado a diversos partidos. Entre eles o PSC, sigla que Jair Bolsonaro também fez parte. Atualmente o cirurgião está filiado ao PEN, mas lançou sua candidatura ao Legislativo pelo PRB.
 
*Estagiário sob supervisão do editor Renato Scapolatempore 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade