Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

TSE marca diplomação de Bolsonaro para 10 de dezembro

Sugestão da administração do tribunal é de que solenidade aconteça antes de cirurgia do presidente eleito


postado em 07/11/2018 21:11 / atualizado em 07/11/2018 21:48

Jair Bolsonaro será submetido a cirurgia de reversão de colostomia no dia 12 de dezembro(foto: Evaristo Sá/AFP)
Jair Bolsonaro será submetido a cirurgia de reversão de colostomia no dia 12 de dezembro (foto: Evaristo Sá/AFP)
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) marcou para as 11h da manhã do dia 10 de dezembro (uma segunda-feira) a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), segundo apurou o Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

A presidência do TSE entrou em contato na manhã desta quarta-feira com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni, futuro ministro-chefe da Casa Civil, para tratar do agendamento.

A sugestão da Administração do TSE foi de que o presidente eleito e seu partido antecipassem em cinco dias suas prestações de contas, cujo limite é o dia 17 de novembro. Dessa forma, seria possível cumprir todos os prazos previstos no calendário eleitoral e realizar a solenidade de diplomação do presidente eleito antes da data prevista para que Bolsonaro se submeta a um novo procedimento cirúrgico.

Conforme agenda, Bolsonaro deverá ser submetido a uma cirurgia para reversão de colostomia no dia 12 de dezembro.

A data limite para a diplomação é 19 de dezembro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade