Publicidade

Estado de Minas

Empresário desiste de ser secretário no governo de Zema

''As pessoas se sentem inseguras para vir trabalhar aqui em razão da situação financeira do estado'', lamentou o governador eleito


postado em 07/11/2018 15:11 / atualizado em 07/11/2018 16:13

(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Ainda as voltas com a seleção e montagem de sua equipe de governo, Romeu Zema (Novo) recebeu o primeiro não: cotado para ser secretário de  educação, o empresário Renato Feder optou por ocupar o mesmo cargo no governo do Paraná.
 
"As pessoas se sentem inseguras para vir trabalhar aqui em razão da situação financeira do estado", lamentou Romeu Zema durante discurso para empresários em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo horizonte.

Renato Feder é um dos sócios da empresa Multilaser e, segundo Zema, havia se voluntariado para integrar a sua equipe.

Ainda de acordo com Zema, a opção do empresário pelo estado do Sul do país está ligada à realidade financeira local, bem melhor que a de Minas Gerais.

 “O Paraná, com certeza, é um estado que está com as finanças mais organizadas, foi a alegação dele. Está indo para um estado onde ele tenha mais facilidade”, disse.

O empresário Renato Feder já integrou a Secretaria de Educação de São Paulo como assessor técnico de gabinete na gestão de Geraldo Alckmin (PSDB).

A indicação de empresários para compor o secretariado – Renato feder não deve ser o único – é uma forma, segundo Zema, de mostrar que a cabeça de um empresário "funciona melhor no poder público que a de um político".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade