Publicidade

Estado de Minas

Depois de críticas, Bolsonaro afirma: ''vai ter mulher no ministério''

Desde que anunciou os membros da equipe de transição de seu governo, o presidente eleito tem sido criticado pela falta de mulheres indicadas


postado em 06/11/2018 16:07

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
“Com toda a certeza vai ter mulher no ministério”, afirmou Jair Bolsonaro (PSL) em entrevista coletiva após encontro no Ministério da Marinha, nesta terça-feira (6).
 
Questionado sobre a composição quase exclusivamente masculina de sua equipe de transição, o presidente eleito disse que não vê problema nas indicações. Ele não deu detalhes sobre a mulher que pretende noemar como ministra. 

A equipe de transição é formada por 26 homens e uma mulher, que foram anunciados nesta segunda-feira (5). Márcia Amarílio da Cunha Silva, única mulher, é coronel do Corpo de Bombeiros e deve ter sua nomeação publicada no Diário Oficial da União ainda nesta semana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade