Publicidade

Estado de Minas

Famílias Barbalho e Calheiros sobrevivem à renovação

Apesar de as eleições de 2018 terem derrubado e enfraquecido grandalhões da política brasileira, Barbalhos e Calheiros se mantêm de pé


postado em 28/10/2018 23:23 / atualizado em 28/10/2018 23:56

(foto: Waldemir Barreto/Agência Senado, Geraldo Magela/Agência Senado, Agência Senado, Reprodução/Flickr)
(foto: Waldemir Barreto/Agência Senado, Geraldo Magela/Agência Senado, Agência Senado, Reprodução/Flickr)

As eleições de 2018 causaram grandes surpresas no cenário político do Brasil. Famílias tradicionais acostumadas em subir em palanques por todo o Brasil de quatro em quatro anos não foram eleitas em vários estados ou saíram enfraquecidas nas disputas. No entanto, apesar de todo o movimento, sobrenomes conseguiram sobreviver à renovação;é o caso dos Barbalho, no Pará, e os Calheiros, em Alagoas.

Neste domingo, Jader Barbalho (MDB), senador por duas vezes pelo Pará e reeleito nesta eleição com cerca de 20% dos votos válidos, elegeu seu filho, Helder Barbalho (MDB), ao cargo de governador do segundo maior estado do Brasil. Helder conquistou cerca de 55% dos votos válidos para o cargo, derrotando Marcio Miranda (DEM), que ficou com aproximadamente, 45% dos válidos.

Outro Barbalho que conseguiu um cargo público foi a ex-esposa de Jader Barbalho; Elcione Barbalho, também do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Mãe do governador eleito Helder Barbalho (MDB), Elcione conseguiu se reeleger para a Câmara Federal com 165.202 votos, sendo a terceira candidata com mais votos no estado. Veja a trajetória dos Barbalho, considerando os cargos eleitos:

.Jader Barbalho: Vereador de Belém (1967-1971); Deputado Estadual (1971-1975); Deputado Federal (1979-1983, 2003-2010); Governador (1983-1987, 1991-1994); Senador (1995-2001, 2011-2026)

.Helder Barbalho: Vereador de Ananindeua (2001-2002); Deputado Estadual (2003-2005); Prefeito de Ananindeua (2005-2013); Governador (2019)

.Elcione Barbalho: Deputada Federal (1995-2003, 2011-2022)

Em Alagoas, Renan Calheiros (MDB), senador desde 1995, conseguiu se reeleger para seu quarto mandato consecutivo. Nesta eleição, o tradicional político brasileiro ficou em segundo lugar com cerca de 24% dos votos, enquanto o primeiro colocado, Rodrigo Cunha (PSDB), conquistou, aproximadamente, 34% do eleitorado. Em 2018, os dois primeiros candidatos ao Senado assumem o cargo.

Na disputa para governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), foi reeleito logo no primeiro turno com mais de 77% dos votos válidos, enquanto Josan Leite (PSL) ficom com apenas 11%. O filho do ex-presidente do Senado Federal já foi deputado federal e prefeito de Murici, sua cidade natal, assim como de seu pai.

A família mais poderosa das Alagoas também continuará com representatividade na assembleia do estado. Olavo Calheiros (MDB), irmão mais novo de Renan Calheiros, foi o terceiro candidato a deputado estadual mais votado, recebendo mais de 40 mil votos. 

Não só de Alagoas vivem os Calheiros. Renildo Calheiros, irmão de Renan e Olavo também se elegeu; no caso dele, a deputado federal por Pernambuco. Veja a trajetória dos Calheiros:

Renan Calheiros: Deputado Estadual (1979-1983); Deputado Federal (1983-1991); Senador (1995-2026)

Renan Filho: Prefeito de Murici (2005-2010); Deputado Federal (2011-2015) Governador (2015-2022)

Olavo Calheiros: Deputado Federal (1991-2011)

Renildo Calheiros: Deputado Federal (1991-1995, 2003-2007, 2019-2022)

*Estagiário sob supervisão de Fred Bottrel

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade