Publicidade

Estado de Minas

FHC nega apoio a Fernando Haddad em segundo turno contra Bolsonaro

''Nem o PT nem Bolsonaro explicitaram compromisso com o que creio'', afirmou o ex-presidente


postado em 08/10/2018 18:32

(foto: Reprodução/Wikipedia)
(foto: Reprodução/Wikipedia)
Pelo Twitter, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) desmentiu boatos de que  apoiaria a candidatura de Fernando Haddad (PT) no segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL). “Por que haveria de me pronunciar sobre candidaturas que ou são contra ou não se definem sobre temas que prezo para o país e o povo?”, afirmou. “Nem o PT nem Bolsonaro explicitaram compromisso com o que creio”, continuou. 

Antes disso, o tucano afirmou que os candidatos vitoriosos devem dizer “o que farão com o Brasil” e se posicionou contra o que chamou de “reacionarismo cultural”, em referência a Bolsonaro, e contra a “corrupção sistêmica” e o “apoio ao arbítrio na Venezuela”, em referência ao candidato do PT. 


Boatos


Desde que o segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad foi confirmado nas urnas neste domingo (7), surgiram boatos nas redes sociais de que FHC se posicionaria contra a candidatura do militar. Existem rusgas antigas entre o tucano e o capitão do Exército, que afirmou nos anos 1990 que fuzilaria FHC durante entrevista ao programa “Câmara Aberta”, da TV Bandeirantes. 

“Através do voto você não vai mudar nada neste país. Nada, absolutamente nada. Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil, e começando por FHC”, disse o candidato do PSL na época.
 
*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade