Publicidade

Estado de Minas

Advogado que quebrou placa em homenagem a Marielle Franco é eleito no Rio

Candidato a vice-prefeito do Rio, em 2016, na chapa de Flávio Bolsonaro, Amorim aparece de camisa preta na imagem divulgada na última semana


postado em 07/10/2018 21:01 / atualizado em 07/10/2018 21:17

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)
Envolvido em polêmica na última semana ao quebrar ao meio uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco, morta em março deste ano, o advogado Rodrigo Amorim (PSL) está eleito para a Assembleia do Rio. Candidato a vice-prefeito da capital fluminense, em 2016, na chapa de Flávio Bolsonaro, Amorim recebeu mais de 130 mil votos, com 95% das urnas apuradas. Ele aparece com a camisa preta na imagem.

Em suas redes sociais, Amorim acusou os autores da homenagem a Marielle Franco de “depredação do patrimônio público”, por ter colado “uma placa fake (falsa) com os dizeres 'Rua Marielle Franco' em cima da placa original”. O candidato afirmou que fez um dever cívico ao remover a homenagem. Flávio Bolsonaro também defendeu a atitude dos correligionários. As imagens geraram fortes críticas nas redes socias.

Com mais de 95% das urnas apuradas, o Partido Social Liberal, de Jair Bolsonaro, tem quatro dos cinco mais votados para a Assembleia fluminense.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade