Publicidade

Estado de Minas

Ex-prefeito de BH, Márcio Lacerda vê momento como mais delicado do Brasil

Márcio votou na manhã deste domingo no Colégio Estadual Central


postado em 07/10/2018 14:39 / atualizado em 07/10/2018 14:47

Sobre o futuro, Márcio disse que não pretende disputar mais nenhum cargo. Mas não afasta a possibilidade(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Sobre o futuro, Márcio disse que não pretende disputar mais nenhum cargo. Mas não afasta a possibilidade (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)


O ex-prefeito Márcio Lacerda vê o atual momento do Brasil como o mais delicado da história. Segundo ele, uma série de providências tem de ser tomada, para melhorar a situação do país e do brasileiro, tanto pelo presidente eleito como pelo governador. Riscado do quadro de disputa, ele disse ontem que não tem quallquer mágoa e que não guarda rancor. “Não é o Márcio Lacerda, mas sim o cidadão, que está para servir.”

Ele disse que foi tirado do pleito. “Foi o que aconteceu. Tudo isso gerou um desgaste muito grande. Mas de uma coisa tenho certeza, de que se estivesse concorrendo, estaria no segundo turno. Eu seria a terceira via dessa disputa, quebrando a disputa entre PT e PSDB.”

Sobre o futuro, disse que não pretende disputar mais nenhum cargo. Mas não afasta a possibilidade. “Depois que terminarem as eleições, vou assentar com meu grupo e vamos, juntos, tomar uma decisão.”

Sobre o resultado das eleições, disse esperar muito. “Espero que os vencedores desse pleito tenha juízo e atentem para as questões basicas do país. É preciso, acima de tudo, respeito. Tem-se que criar condições para o respeito. É preciso atentar para saúde, educação e segurança.” o ex-prefeito de BB voltou por volta de meio-dia, no Colégio Estadual Central.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade