Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Em vídeo, Temer orienta eleitores a respeitar quem pensa de forma diferente

O emedebista também pontuou que 'a democracia se impõe a todos nós, é o regime da convivência pacífica, da tolerância com as diferenças'


postado em 05/10/2018 19:52 / atualizado em 05/10/2018 20:31

Em comemoração aos 30 anos da Constituição de 1988, o presidente Michel Temer publicou um vídeo nas redes sociais, na noite desta sexta-feira (5), para tentar pacificar o clima em torno do primeiro turno da eleição, que acontece no próximo domingo. "Nossas instituições estão funcionando para garantir clima de convivência entre pessoas que pensam de forma diferente. Mas todos nós fazemos parte de um mesmo corpo, de uma mesma nação, de um só país", disse o presidente.

Temer afirmou ainda que, depois da eleição, seu governo continuará a "buscar harmonia". "É o compromisso que faremos pelo bem comum. Dialogar para construir um destino melhor para todos", continuou. O emedebista também pontuou que "a democracia se impõe a todos nós, é o regime da convivência pacífica, da tolerância com as diferenças".

 

Temer afirmou ainda que, depois da eleição, seu governo continuará a 'buscar harmonia'(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )
Temer afirmou ainda que, depois da eleição, seu governo continuará a 'buscar harmonia' (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )
 

 

Ele destacou que, "terminada a disputa (eleitoral), é hora de pacificar o Brasil". "Somos firmes, reivindicadores, conscientes dos direitos e deveres, mas somos acolhedores, tolerantes e defensores da paz. Ao votar, saiba que está dando procuração para que conduzam seu país. Escolha o melhor projeto para todos de acordo com a sua consciência. Vote em paz consigo mesmo e com seu semelhante, mesmo que a escolha dele seja outra."

O presidente disse que, desde a Constituição de 88, o Brasil possui "instituições capazes de resistir a graves crises políticas, capazes de vencer conflitos sociais ou superar dificuldades econômicas". "Não existe caminho fora da Constituição", voltou a dizer.

Temer viajou nesta sexta-feira de Brasília a São Paulo, onde ele votará no domingo. Segundo assessores, a previsão é que ele retorne à capital federal no mesmo dia para acompanhar a apuração do resultado das urnas eletrônicas no Palácio do Jaburu ao lado de ministros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade