Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Ibope: Em SP, Bolsonaro tem 23%; Alckmin, 18%; Ciro Gomes, 11%; Marina Silva 8%


postado em 10/09/2018 20:11

Ao menos em São Paulo, o ataque ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) não o beneficiou eleitoralmente. Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo realizada apenas com eleitores paulistas indica que o deputado e capitão da reserva tem 23% das intenções de voto nas eleições 2018, uma oscilação de apenas um ponto porcentual para cima desde o dia 20 de agosto, data da divulgação do levantamento anterior do Ibope.

Outros candidatos também tiveram oscilação positiva, dentro da margem de erro de três pontos porcentuais: Geraldo Alckmin (PSDB) foi de 15% a 18%, Ciro Gomes (PDT) de 8% a 11% e Fernando Haddad (PT) de 5% para 7%. Com isso, Alckmin reduziu sua distância em relação a Bolsonaro de sete para cinco pontos porcentuais. Com a margem de erro, os dois estão em situação de empate técnico - embora seja muito maior a probabilidade de o candidato do PSL estar na frente.

A candidata da Rede, Marina Silva, andou na contramão dos adversários: sua taxa de intenção de votos entre os paulistas oscilou de 10% para 8%. Houve redução significativa na parcela disposta a votar nulo ou em branco, de 20% para 15%. A taxa de indecisos variou de 9% para 6%.

João Amoêdo (Novo) passou de 2% para 5%. Ele é seguido por Henrique Meirelles (MDB), que passou de 1% para 3%, Alvaro Dias (Podemos, 2%), Guilherme Boulos (PSOL, 1%), Cabo Daciolo (Patriota, 1%) e João Goulart Filho (PPL, 1%). Os demais candidatos não pontuaram na pesquisa.

Bolsonaro foi esfaqueado quando participava de um evento de rua na última quinta-feira, 6, em Juiz de Fora (MG). Seus filhos e porta-vozes afirmaram que isso faria com que as chances de vitória aumentassem.

Dois cenários

O Ibope fez a pesquisa apresentando aos eleitores dois cenários: um deles com Fernando Haddad como o candidato do PT, e o outro sem candidato petista - já que, até o momento, a candidatura de Haddad não foi formalizada e o partido não indicou um substituto para Luiz Inácio Lula da Silva, impedido de concorrer por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nesse cenário sem PT, Bolsonaro aparece com 23%, seguido de Alckmin (19%), Ciro (12%) e Marina (9%).

O Ibope fez 1.512 entrevistas em 79 municípios paulistas, entre os dias 7 e 9 de setembro. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo BR-07387/2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade