Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Mourão contradiz Bolsonaro e defende acolhida de venezuelanos


postado em 04/09/2018 17:29

O vice na chapa do PSL ao Planalto, General Hamilton Mourão (PRTB), contradisse o cabeça da chapa, Jair Bolsonaro (PSL), e afirmou que os venezuelanos precisam ser acolhidos. "O Brasil sempre auxiliou as demais nações. Não podemos virar as costas aos nossos irmãos venezuelanos", disse, durante debate promovido pelo Facebook e pela revista Veja com candidatos a vice-presidentes.

Bolsonaro já se posicionou de forma dura sobre a crise na Venezuela e chegou a defender a revogação da lei de imigração, além de campos para refugiados em Roraima.

Confrontado sobre as posições de Bolsonaro, Mourão disse que "o cabeça da chapa será o comandante do Brasil, não o dono". "Da forma como estamos acostumados a lidar no meio militar. Ele terá um estado maior que vai apresentar as linhas de ação dele. E ele terá de decidir, mesmo contra as opiniões pessoais dele, às vezes", disse, em entrevista após o debate.

Eduardo Jorge

O vice na chapa de Marina Silva (Rede) ao Planalto, Eduardo Jorge (PV), atacou Bolsonaro, cuja atuação no Congresso como deputado em mais de 28 anos teria sido "medíocre". Durante debate entre os vices, Eduardo questionou General Mourão sobre qual a avaliação dele sobre o líder do PSL na disputa.

"Tive 20 anos de Congresso, assim como Bolsonaro. Aprovei vários projetos importantes. Sou autor da lei de medicamentos genéricos, fui autor da primeira PEC de reforma da Previdência", disse, questionando como Mourão via a atuação de Bolsonaro como deputado.

"A atuação (de Bolsonaro) pode não ter sido por aprovação de emendas como a sua (de Eduardo), mas fez um trabalho muito grande pela nossas forças armadas, pelos nossos hospitais", disse Mourão. O general defendeu que a atuação de Bolsonaro esteve alinhada com a fatia da população que o elegeu. Ao passo que Eduardo Jorge o confrontou: "Bolsonaro não fez nada disso... E quer governar o País? Estão vendendo gato por lebre".

O confronto entre os vices foi promovido pela revista Veja e Facebook, nesta terça-feira, em São Paulo. Participaram Ana Amélia (PP, vice do tucano Geraldo Alckmin), Eduardo Jorge (PV, vice de Marina Silva, da Rede), Paulo Rabello de Castro (PSC, vice de Alvaro Dias, do Podemos) e General Mourão (PRTB, vice de Jair Bolsonaro, do PSL).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade