Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Marcelo Odebrecht apresenta mensagens sobre eleição no Peru e sugere ação de Lula


postado em 01/09/2018 10:02

E-mails entregues à Operação Lava Jato pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht, um dos delatores do Grupo Odebrecht, tratam das eleições presidenciais no Peru e sugerem uma ação do ‘amigo’ Lula. "Esse pessoal do PT vem inflacionando a América Latina com a faca sendo dada pelo amigo", diz uma mensagem.

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o empreiteiro afirmou que ‘amigo’ é Lula. Os e-mails foram trocados em 8 de maio de 2011 e citam o ‘Programa OH’, referência a Ollanta Humala, presidente do Peru entre julho de 2011 e julho de 2016.

Humala foi preso desde julho de 2017 e solto em 30 de abril de 2018. O ex-presidente do Peru ficou nove meses na prisão acusado de receber US$ 3 milhões em propina da Odebrecht na campanha de 2011. O dinheiro foi entregue a Humala a pedido do PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo depoimento do ex-diretor da Odebrecht no Peru Jorge Barata a procuradores peruanos.

Desde que deixou a prisão, em dezembro de 2017, Marcelo Odebrecht tem se dedicado a pesquisar e analisar mensagens trocadas por ele em um HD que contém a cópia de seu computador. O empreiteiro já entregou à Operação Lava Jato mais de 1,2 mil páginas de e-mails em um universo de 480 mil e-mails, 230 mil anexos e 70 mil documentos disponíveis no HD.

Na análise enviada à Lava Jato, em fevereiro deste ano, o empreiteiro entregou três páginas com ‘e-mails que corroboram as tratativas referentes aos pagamentos ao ‘Programa OH’’. As mensagens foram trocadas pelos executivos do alto escalão.

Em 8 de maio de 2011, o executivo Benedicto Júnior, o BJ, um dos delatores da Lava Jato, escreveu a Marcelo Odebrecht e citou ‘Garreta’. Em delação premiada no Peru, o marqueteiro petista Valdemir Garreta afirmou ter recebido da Odebrecht US$ 700 mil para conduzir a campanha de 2011 de Ollanta Humala.

"Vi q parte da assessoria de campanha do Humalla (é assim q se escreve) esta sendo feita pelo Garreta (tem OAS por tras……) Vcs ja sabiam????", perguntou ‘BJ’.

No fim da tarde daquele dia, Marcelo Odebrecht respondeu. "Sim. E faz semanas que digo para lhe falarem e se aproximarem dele antes que a OAS ocupe todos os espaços…"

Às 19h13, ‘BJ’ escreveu ao empreiteiro novamente. "Ou seja inventamos a Roda a cada movimento e perdemos a dinâmica conquistada antes…..e o cara deve estar enfiando a faca na turma…."

Marcelo Odebrecht retorna a ‘BJ’. "Neste caso esse pessoal do PT vem a um bom tempo inflacionando toda a América Latina com a faca sendo dada pelo amigo de meu pai, Italiano e Magnata!"

A reportagem fez contato com Valdemir Garreta, o PT e a defesa de Lula.

Já a OAS informou que não vai se manifestar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade