Publicidade

Estado de Minas

Adriana Buzelin será a candidata a vice-governadora de Adalclever

Os candidatos estão na chapa que tinha Marcio Lacerda (PSB) como candidato a governador . Sem o apoio do PSB nacional, Lacerda desistiu da candidatura na terça-feira


postado em 24/08/2018 11:48 / atualizado em 24/08/2018 14:28

(foto: Beto Novais/EM)
(foto: Beto Novais/EM)
A publicitária e designer Adriana Buzelin, do PV, será a candidata a vice-governadora na chapa encabeçada pelo deputado estadual Adalclever Lopes (MDB). Os partidos que compõem a chapa vão registrar as candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) ainda nesta sexta-feira, para participar da distribuição do tempo da propaganda de rádio e televisão, que será feito hoje.
 
Os candidatos estão na chapa que tinha Marcio Lacerda (PSB) para governador e Adalclever como vice. Sem o apoio do PSB nacional, Lacerda desistiu da candidatura na terça-feira. O nome do  candidato ao Senado será anunciado na segunda-feira.
  
Cadeirante, Adriana Buzelin disse que sua presença na chapa é uma forma de representar os deficientes físicos e intelectuais que existem em Minas Gerais e as mulheres – que correspondem a 52% da população do estado.
 
"Vamos trazer renovação, uma política nova, que não fique apenas na briga de lideranças e na polarização (PT e PSDB)", afirmou a candidata, que até então disputaria uma vaga de deputada federal.

Além do MDB e PV, a chapa tem ainda o PDT, PRB, Podemos e Pros. A estimativa é que o grupo tenha em torno de 4 minutos e 30 segundos na propaganda eleitoral de rádio e televisão, o segundo maior tempo, atrás apenas de Antonio Anastasia, do PSDB. 
 
Para Adalclever Lopes, o tempo será suficiente para mostrar que a chapa representa a real terceira via para Minas Gerais e deixar claro para o eleitorado mineiro que o grupo vai seguir o programa de governo até então defendido por Marcio Lacerda. 
 
Ainda de acordo com o deputado, Lacerda participará ativamente da campanha e fará parte dos programas de rádio e televisão. Como ele se desfiliou do PSB, está liberado para participar do programa. O PSB mineiro está na aliança em torno da candidatura à reeleição de Fernando Pimentel (PT). 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade